Divulgação — A Pedra de Babel será lançado hoje em Berlim


A Pedra de Babel em Berlim
Qual o limite entre realidade e ficção? Entre teatro e vida? Entre representação e existência? Ser e não-ser? Loucura e lucidez? Entre filosofia e literatura? Imagine uma peça teatral em que cada respiração, ato e não-ato, cada pensamento, delirante ou sóbrio, são representações, vivências de papéis sugeridos pelo próprio palco e levados à cena com perfeição por atores sem público, sem platéia, sem aplausos… Imagine este palco como resultado da confluência entre um deserto exterior, imensurável, e outros tantos, interiores, também sem limites, reunidos ao acaso, mera contingência… Agora imagine que tudo isso é um romance, um romance escrito em torno de uma única palavra: Adeleine! Quem é Adeleine?
Escrito por Edilson Pantoja, autor de Albergue Noturno, romance vencedor do Prêmio IAP de Literatura, em 2005, e saudado como “um tributo a ampliar o acervo dos grandes romancistas em língua portuguesa”, A Pedra de Babel será lançada hoje, 07 de julho, em Berlim, Alemanha, em evento de leitura (lesung), com a presença do autor, em A Livraria, estabelecimento voltado para obras em língua portuguesa. O evento contará também com a participação especial do filósofo e professor Ernani Chaves.
Resumo de opiniões sobre o livro:
“É a poesia substantiva cuja fertilidade semântica subverte Tempo e Espaço, Real e Aparente, Entes e Coisas, numa tessitura de múltiplas metamorfoses e significações…” (Wanda Monteiro – Rio de Janeiro/Belém).
“Saga de um solitário que não se resigna. Não seremos ele, todos nós, presos nos infinitos desertos da nossa solidão? Será o sonho a nossa única saída? E, nesse sonho, seremos actores de uma peça cujo tu é o resto do mundo? Um romance exemplar” (Geraldes de Carvalho – Portugal).
“Edilson Pantoja faz filosofia como quem faz literatura? Ou faz literatura como quem faz filosofia? Ou ambos?” (Marcos Pardim – São Paulo).
“Excelente! Profundo! Arrebatador! Para um tipo de leitor que não se deixa seduzir pelo raso, pelo horizonte nítido, pelo delineamento corriqueiro,pela referência fácil… A forma se aproxima da escrita de mestres. lembrará Borges, talvez Rulfo, ou ainda o discurso interior de um Joyce” (Cecilia Cassal – Porto Alegre).
“Filósofo entre filósofos, produz literatura das boas… Trabalha para nos inquirir sobre o abismo, a existência, o ser, a essência, o verbo, a palavra… Edilson sabe onde pisa” (Salomão Larêdo – Belém).
“Encontro do mais cruel dos tormentos com o árido consolo do nada… monolítico monumento à solidão..” (João Bosco Maia – Belém).

Serviço: Lançamento do romance A Pedra de Babel.
Local: A Livraria, 19:00hs.
Endereço: Torstrasse, 159 – 10115, Berlim.

Fonte: release do lançamento.

Edilson Pantoja cursou, no semestre que passou, a disciplina Memória e Patrimônio Arquitetônico do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo – PPGAU – como optativa ao seu doutoramento em filosofia na UFPA.
Tal disciplina foi ministrada pela professora Cybelle Salvador Miranda, doutora efetiva desta FAU.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Divulgação — A Pedra de Babel será lançado hoje em Berlim

  1. Dinah disse:

    Parabéns Edilson!!!

  2. Parabéns!
    Você merece tudo isso e muito mais.
    Estou aqui. Vou continuar na torcida.
    Um abraço grande.

Deixe uma resposta para Jucilene Ferreira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s