Confirmado: o Farol de Salinas, em Apehu, imergiu no Atlântico

Em O Farol de Salinópolis é o antigo Farol de Apehu dissemos: A localização atual do Farol de Salinas na Ilha de Apehu pontua sua imersão no oceano; o que é uma pista, se associada às profecias do Careta de 01OUT1932.
O relatório do Ministério da Marinha em seu exercício de 1936 confirma a hipótese:

mar8

corel841

Para se ter uma noção da distância de Salinópolis para onde estava montado o Farol de Salinas, na Ilha de Apehu:

frte

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, História, Memória e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas para Confirmado: o Farol de Salinas, em Apehu, imergiu no Atlântico

  1. Paulo Andrade disse:

    Bom trabalho HB. Mas falando de farol, poderias dar uma olhada histórica no farol do Mosqueiro. Quem sabe aparece alguma curiosidade.

  2. Não entendi bem: o farol foi inicialmente construído na praia do Apeú e depois para Salinópolis ou foi construído primeiramente em Salinópolis, depois foi transferido para o Apeú e depois voltou para Salinópolis??

    • fauitec disse:

      Hamilton: o farol que hoje vemos em Salinópolis foi originalmente encomendado em 1891 para substituir o farol de alvenaria que existia na Ponta do Atalaia construído entre 1847 e 1852; como esse farol de alvenaria foi restaurado com garantia de estabilidade de sua fundação, não houve necessidade de montar o novo naquele local, daí o erigiram na ilha de Apehu, na foz do rio Gurupi, em 1902.
      Tal farol ficou guardado no Trapiche São João, em Belém, desde janeiro de 1894, quando chegou, até setembro de 1901, quando seguiu para Apehu.
      Em 1937 esse farol foi desmontado em Apehu, onde já estava parcialmente submerso, e remontado em Salinópolis.
      OK?

Deixe uma resposta para fauitec Cancelar resposta