Categorias
Arquitetura e Urbanismo Literatura

De O Globo

corel526

Categorias
Arquitetura e Urbanismo Filosofia

Benedito Nunes no Jornal Nacional de 2006

O vídeo foi editado e postado no Youtube com o título “Benedito Nunes JN 2006” para facilitar a busca na Internet.
O material original, enviado pela escritora Stella Pessôa, pode ser visto em http://www.youtube.com/watch?v=Iz24X5OsKAA.

Categorias
Arquitetura e Urbanismo Literatura

Geraldo Corrêa; por Benedito Nunes

gc3
Fonte: Na Passagem da Corda
Coletiva Anual da Associação dos Artistas Plásticos do Pará
MABE – Museu de Arte de Belém – 1999.

Categorias
Arquitetura e Urbanismo Divulgação

Divulgação/convite à FAU

Categorias
Cultura Literatura

Pensamento social, ineditismo no NAEA


Imagem-link à fonte.
A escritora e pesquisadora Stella Pessôa é colaboradora do BF.

Categorias
Artes Plásticas

A casa das tias, 1984, Emmanuel Nassar

A filosofia do faltoso — ou, Also sprach Bené:

Benedito Nunes: “…da vida acadêmica eu não gostava das reuniões que eram muito…muito aborrecidas, quase sempre, sempre algum pedindo a palavra para não dizer nada, ou pouco; isso eu não gostava realmente, eu era muito faltoso nessas reuniões…”. (Fonte do vídeo: Canal do Flávio Nassar)

Benedito Nunes: morador da Travessa da Estrella

Assine o Abaixo-assinado TRAVESSA da ESTRELLA.

“Abaixo-assinado TRAVESSA da ESTRELLA”

Texto ampliável publicado no dia 21 de março de 2011 em Atualidades do jornal O Liberal.

Imagem-link do Abaixo-assinado TRAVESSA da ESTRELLA.

Material enviado pela professora Thais Sanjad.

Filósofos, cronistas e críticos: seja feita a louvação.

No texto que respaldou a defesa oral da minha Tese (De São Braz ao Jardim Público 1887-1931: Um Ramal da Estrada de Ferro de Bragança em Belém do Pará), junto à PUC-SP  em 14 de junho de 2010, fiz uma pequena homenagem-agradecimento ao Dalcídio Jurandir e ao igualmente cronista e crítico Benedito Nunes:   

(…) O recorte temporal da pesquisa é de 44 anos e as entrevistas mereceram tratamento especial devido a sua abrangência de 25 anos sobre esse total. De igual importância como reflexão e referencia metodológica na utilização da História Oral foram os livros de Ecléa Bosi, Marina Maluf, Sônia Maria Freitas, Lucília Delgado, Walter Benjamin, Henri Bergson, Maurice Halbwachs, Paul Ricoeur e Paul Thompson, entre outros.
Quero destacar agora, dois paraenses de grande brilho intelectual que deram luz à pesquisa com suas contribuições excepcionais a respeito da vida dos moradores e do cotidiano da cidade através do romance, da crítica e da crônica. Ambos, Dalcídio Jurandir e Benedito Nunes interligados na Tese por “Belém do Grão-Pará” obra do primeiro, receberam da Academia Brasileira de Letras (ABL) o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto de suas obras. Dalcídio já o havia recebido em 1972 e Benedito acaba de ser agraciado com o mesmo prêmio aos 81 anos de idade. Minha homenagem a estes dois “velhos” que conseguiram driblar as múltiplas maneiras de opressão da velhice pela sociedade capitalista; maneiras identificadas claramente por Marilena Chauí, na apresentação do livro Memória e sociedade, de Ecléa Bosi. (…)

Belém, 27 de março de 2011.

Professor Fabiano Homobono Paes de Andrade.

Exposição Benedito Nunes, Biblioteca Central UFPA

A clave do poético, de Benedito Nunes; resenha de Stella Pessôa publicada em Novos Cadernos NAEA.

Categorias
Administração

“…SER LIVRESCO QUE SOU…”, por Graça Pena

Foto do Bené: Elizabeth Pessôa.

Edição de hoje,  13 de março de 2011, do jornal Diário do Pará.

Tchau Bené! (5)

Link enviado por Jaime Bibas.

Tchau Bené! (4)

Tchau Bené! (3)

Tchau Bené! (2)

“Benedito Nunes: filósofo, crítico literário e intérprete da Amazônia”; por Maria Stella Faciola Pessôa Guimarães. 
O trabalho, aqui postado em pdf., foi apresentado em setembro de 2010 no II
Encontro da Sociedade Brasileira de Sociologia da Região Norte
, como atividade do mestrado do NAEA.

Foto: Fernando de Jesus Gurjão Sampaio Neto.

Tchau Bené!

“O papa da filosofia papa chibé universal, segundo um amigo escritor (H. M.)”, mista sobre papel de Pedro Paulo Góes Condurú retratando o filósofo Benedito Nunes em 1982 (H. M. significa Haroldo Maranhão):

Foto do Bené: Luiz Braga.
Fodo do Bené do PP: Luciana Magno.

Prêmio Benedito Nunes

Foto: Luiz Braga.

: :UFPA entrega Prêmio Benedito Nunes
O primeiro Prêmio Professor Benedito Nunes, concedido pela Universidade Federal do Pará (UFPA), será entregue nessa terça-feira, 7. O premiado é o professor José Alves de Souza Júnior, da Faculdade de História. A cerimônia, prevista para às 17h, acontecerá no Centro de Convenções da UFPA, no bairro do Guamá, em Belém. A solenidade contará com a participação do próprio professor emérito da universidade, Benedito Nunes, que fará a entrega do prêmio.
“Trata-se de uma merecida homenagem a esse grande intelectual reconhecido nacional e internacionalmente,” afirma o professor José Alves Júnior. “Me sinto honrado em receber a premiação, sendo também um grande estímulo para o desenvolvimento da minha produção acadêmica”, ressalta.
O prêmio, coordenado pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp), também inclui um valor de cinco mil reais e a publicação da tese premiada Trama do cotidiano: religião, política, guerra e negócios no Grão Pará do Setecentos – Um estudo sobre a Companhia de Jesus e Política Pombalina pela Universidade Federal do Pará.
O Prêmio professor Benedito Nunes abrange as áreas de conhecimento que o filósofo estuda, como Arte, Literatura, Comunicação, Filosofia e Ciências Humanas. A premiação bianual contou, este ano, com 19 teses concorrentes, sendo três representando o Instituto de Ciências da Arte, 11 do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e cinco do Instituto de Letras e Comunicação.
Estímulo – José Alves Júnior tem a certeza de que o Prêmio Professor Benedito Nunes estimulará a produção científica entre os doutorandos da UFPA. “É também um incentivo para que a qualidade das teses seja ainda melhor,” destaca o professor de História.
Benedito Nunes – De renome internacional, o professor paraense já foi homenageado com diversas honrarias, entre elas o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, e dois prêmios Jabuti, o mais recente recebido em 2010, na categoria Teoria/Crítica Literária, com a obra A Clave do Poético.
Benedito Nunes foi um dos fundadores do curso de Filosofia e da Escola de Teatro e Dança da UFPA, e até hoje colabora com a instituição, inclusive presidindo o conselho da Editora da Universidade.

Serviço:
Entrega do primeiro Prêmio Professor Benedito Nunes
Data: 07/12/2010
Local: Centro de Convenções da UFPA – Campus do Guamá, em Belém
Hora: 17h
Texto: Vito Ramon Gemaque – Assessoria de Comunicação da UFPA