Utilidade Pública: o sódio nos refrigerantes

Concentrações de sódio em bebidas carbonadas nacionais (PDF).

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para Utilidade Pública: o sódio nos refrigerantes

  1. Juliana disse:

    Que composição legal professor Baleixa, mas eu só endendi depois que a minhã mãe me falou do “Grapette quem bebe repete” e do guaraná Jesus que é um refre de canela fabricado no Maranhão.
    Minha mãe também disse que tem esse refre é vendido na feira de 25 de setembro, numa esquina que vende camarão e outras coisas do Maranhão, que ela já comprou para experimentar e que eu e o meu irmão odiamos. Vou tomar de novo só por causa da sua “propaganda”, até porque entendi que é melhor o Jesus que a CocaCola Ligth que tem quase 3 vezes mais sódio que os refres comuns.

Deixe uma resposta