Estrutura Curricular

EC

Estrutura Curricular em PDF.

21 respostas para Estrutura Curricular

  1. Aline Monteiro disse:

    Como ter acesso ao curriculum antigo com os respectivos programas das disciplinas?
    Agradeço a atenção.
    PS.: Boa parte da cópia disponível da secretaria da FAU não é legível.

    • fauitec disse:

      Seu comentário foi enviado à diretora: professora Vanessa Watrin.
      Se conseguirmos um material legível o disponibilizaremos em PDF aqui no BF; contudo, a oficialidade só poderá advir da página administrativa da Faculdade, ora em construção; o link à ela (à página) daria autenticidade aos documentos.
      O Blog da FAU tem apenas o caráter informativo.

  2. Aline Monteiro disse:

    Seria possível a atualização do curriculum antigo para o novo? Em caso positivo, como proceder?

  3. Alana Braun disse:

    Tem alguma outra maneira de visualizar o currículo, pois essa imagem que vocês postaram está com uma qualidade ruim e não dá pra ler. Obrigada.

  4. Eu gostaria de ver o curriculum, mas a imagem ao ser re-direcionada vai para um site que diz estar hackeado. Se puderem ver isso pra mim, agradeceria.

  5. fauitec disse:

    Alana e Ângelo:
    O site que abre pela imagem-link (ou abria) é da página oficial da FAU, local virtual credenciado institucionalmente para tratar das questões acadêmicas.
    Sugerimos que vocês enviem a solicitação ao e-mail da diretora da Faculdade, professora Vanessa Watrin (watrin@ufpa.br).
    De todo modo estamos providenciando uma imagem com resolução suficiente à leitura da Estrutura Curricular do Curso para substituição.

  6. Filipe Fagundes disse:

    Olá, seria possível atualizar essa imagem da grade curricular do curso?
    Pois ela não abre, e não dá pra ler praticamente nada.
    Agradecido desde já (:

  7. ~Stu disse:

    Ainda não consertaram isso… vou ti contar hein…

  8. Thais Alencar disse:

    Queria visualizar também!!!

  9. edmilson farias lima disse:

    MUITO LEGAL A GRADE CURRICULAR, SOU FORMADO EM 1986 E SOU DA ÉPOCA DO CALCULO I E II, FÍSICA GERAL E FÍSICA I, ÁLGEBRA LINEAR, RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS E POR AI A FORA. HOJE VERDADEIRAMENTE TEMOS UM CURSO COM GRADE CURRICULAR QUE POSSIBILITA UM NÍVEL DE FORMAÇÃO BEM MELHOR E MAIS ABRANGENTE. ENTRETANTO, SENTI FALTA DE UMA DISCIPLINA VOLTADA A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E CONTROLE DE PÂNICO, POIS TEMOS VARIAS NORMAS DA ANBT, ESPECIFICAS PARA ESSES CASOS. NOS COMO ARQUITETOS QUE DEFINIMOS ALEM DE OUTRAS COISAS IMPORTANTES, ROTAS DE FUGAS, ESCADAS ( EP, PF, PRESSURIZADA E COMUM), RAMPAS, CORREDORES EM FIM UMA SERIE DE SITUAÇÕES QUE DEVERÍAMOS ESTUDAR CIENTIFICAMENTE, FORMANDO OS FUTUROS ARQUITETOS COM ESSA VISÃO DE PREOCUPAÇÃO, E NÃO APENAS UMA PALESTRA DE ALGUÉM CONVIDADO DO CORPO DE BOMBEIROS OU ENG. DE SEGURANÇA DO TRABALHO. SOU CONCURSADO COMO ARQUITETO DO CORPO DE BOMBEIROS DO PARÁ ( 1991 ), TENHO CURSO DE ANALISE DE PROJETOS DE INCÊNDIO ( CBM DF ), CURSO DE PERICIA DE INCÊNDIO E EXPLOSÕES ( CBM/PA ) E DURANTE ESTES ANOS TODOS NA CORPORAÇÃO, TRABALHEI NA ÁREA PREVENCIONAL E OPERACIONAL DA INSTITUIÇÃO. E QUANDO TRABALHEI NO CAT E DST (ÓRGÃOS DO CB QUE DESENVOLVEM TRABALHOS DE ANALISE E FISCALIZAÇÃO DE PROJETOS E OBRAS), PUDE OBSERVAR QUE GRANDE PARTE DOS ARQUITETOS, DESCONHECIAM AS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO. E ATE HOJE OBSERVAMOS A DIFICULDADE NOS PROJETOS DE ARQUITETURA QUE SÃO PROTOCOLADOS NO CAT NO TOCANTE A ESSE ASSUNTO, ENTÃO, FICA AQUI REGISTRADO A MINHA POSIÇÃO COMO PROFISSIONAL NA ÁREA DA SEGURANÇA PUBLICA DO ESTADO DO PARÁ.

    UM FORTE ABRAÇO PARA MEUS AMIGOS PROFESSORES

    RONALDO CARVALHO, JOSE BASSALO E JOSE JULIO LIMA

    EDMÍLSON FARIAS LIMA – CORONEL BOMBEIRO MILITAR
    ARQUITETO E ENG. DE SEGURANÇA DO TRABALHO
    CAU A93382-1
    91 89099462 80423800
    EDFALIMA@HOTMAIL.COM

  10. sergio vasconcelos disse:

    Edmilson Farias Lima, também sou especialista em Eng de Segurança do Trabalho , Eng Civil e estudante de arquitetura, e concordo com o que vc falou sobre a grade curricular. Mesmo que não seja possível ensinar tudo sobre calculo de incêndio por limitações de conhecimento por parte dos alunos ( por exemplo não recomendo o calculo de hidrantes ou chuveiro mecânico) Acho que os alunos de arquitetura deveriam receber pelo menos o mínimo de informação sobre incêndio e pânico, pelo menos para extintores, sinalização e saídas de emergência ( mesmo por que mesmo sendo cálculos simples, ainda se comete erros banais) . Já vi cada aberração por ai feita por arquitetos despreparados que sempre chamo atenção para o fato de que uma segunda Santa Maria é só uma questão de tempo. Ou então não vai ter outra solução a não ser tirar essa atribuição dos arquitetos e só permitir para os Eng. Civis e Eng do trabalho mesmo.

  11. edmilson lima disse:

    MEU CARO SERGIO VASCONCELOS, MUITO OBRIGADO POR SUA RESPOSTA, NA VERDADE O PROBLEMA É EMBRIONÁRIO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS, POIS OS NOSSOS PRÓPRIOS PROFESSORES DESCONHECEM AS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E CONTROLE DE PÂNICO E APENAS SOLICITAM COMO FALEI ANTERIORMENTE UMA PALESTRA DE ALGUÉM DO BOMBEIRO. APOS OS INCÊNDIO NA DECA DE 70, ANDRAUS E JOELMA SURGIU A NB 208 NORMAS QUE DEFINIA ESCADAS DE SEGURANÇA DE ACORDO COM A ATIVIDADE E RISCO, COM PORTAS CORTA-FOGO E PAREDES RESISTENTE AO FOGO POR 4HS. COM O PASSAR DO TEMPO EVOLUÍMOS PARA A NBR 9077, NORMA REGISTRADA QUE TRATA COM DETALHES DA SEGURANÇA DAS PESSOAS EM EDIFÍCIOS ALTOS. EU SINCERAMENTE GOSTARIA QUE FOSSE ENSINADA AS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO NA FACULDADE, MAS SE NÃO FOR POSSÍVEL SOMENTE A NBR 9077 JÁ SERIA DE BOM TAMANHO, POR QUE ELA É QUE NORTEIA OS PROJETOS DE ARQUITETURA E DEFINE OS CORREDORES, ESCAPES, LARGURA DE PORTAS E NUMERO DE ESCADAS. CONCLUINDO, NÃO PODEMOS EXCLUIR OS ARQUITETOS DA ATRIBUIÇÃO : PROJETO DE INCÊNDIO, POR QUE ACREDITO QUE O ENG. CIVIL TENHA AS MESMAS DIFICULDADES QUE TEM O ARQUITETO E ACREDITO QUE ATE MAIOR POR QUE, ELES ESTUDAM POUCO A ÁREA DE PROJETO DE ARQUITETURA, SUPERANDO SOMENTE EM CALCULO HIDRÁULICO , ENTÃO FICA ELAS POR ELAS. AMIGO, QUALQUER COISA ESTOU NA ÁREA. CEL ARQTO EDMILSON

  12. sergio vasconcelos disse:

    O que eu quis falar é que já que o arquiteto carece de conhecimento nessa parte hidráulica, ele poderia sempre consultar quem entendi, assim como ele consulta o calculista estrutural ( e o calculista não é obrigado a saber tudo de projeto arquitetônico pra ajudar ) poderia aprender a consultar o Eng de Segurança, ao invés de sair fazendo sozinho.

  13. edmilson lima disse:

    POIS É, MAS NÃO É SÓ O ARQUITETO QUE DESCONHECE A PARTE DE HIDRÁULICA, O ENGENHEIRO TAMBÉM DESCONHECE A QUESTÃO ESPECIFICA DE CALCULO HIDRÁULICO PARA BOMBA DE INCÊNDIO. NA VERDADE, NÃO É UM BICHO DE SETE CABEÇAS, APENAS TEMOS QUE TER CUIDADO NAS VAZÕES E PRESSÕES SOLICITADA PELA NBR. O PROJETO DE PREVENÇÃO A INCÊNDIO É DIVIDIDO EM DUAS PARTES A SABER: ANALISE DE ARQUITETURA NOS CORREDORES, ESCADAS E SAÍDAS ( NBR 9077 E IT 02 ) E A SEGUNDA PARTE É APARTE ESPECIFICA DE ALOCAÇÃO DE SINALIZAÇÃO E ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA, ALOCAÇÃO DE EXTINTORES E DEPENDENDO DO RISCO E ÁREA, ALOCAÇÃO DE SPK, HIDRANTES E DETECTORES DE INCÊNDIO. ENTÃO, QUERO DIZER COM ISSO QUE O PROFISSIONAL QUE DESENVOLVE O PROJETO DE INCÊNDIO ELE TEM QUE TER UM CONHECIMENTO BEM AMPLO DAS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO. POR ISSO QUE TANTO O ENGENHEIRO COMO O ARQUITETO PODEM DESENVOLVER ESSE TIPO DE PROJETO COMPLEMENTAR.

  14. alessandro de souza disse:

    como faço para consegui as ementas do curso? estou em Roraima, e provavelmente mudarei para o para ano que vem, e com isso gostaria de comparar as ementas daqui com as da ufpa. obrigado.

  15. Bruna Braga disse:

    Bem deficiente na parte artística e ergonômica.

  16. Claudia disse:

    Depois que terminei a graduação e passei a trabalhar na área senti falta do conhecimento em projetos complementares, o curso oferece instalações prediais I e II, porem pincelado e nas coxas, não nos auxiliam nos projetos de combate a incêndio. Se eu pudesse voltar no tempo, eu faria disciplinas na engenharia civil para dá suporte nos projetos de infraestrutura e complementares.
    Acredito que se o curso oferecesse as disciplinas de matemática avançada, calculo, combate a incêndio e pelo menos 4 semestres de instalações prediais resolveria muito das falhas dos futuros arquitetos.

  17. Aline disse:

    Como faço pra conseguir algumas ementas ja que não moro mais em Belem? Entrei no curso em 2003.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s