O Intendente Senador Antonio Facióla

DAS REFERÊNCIAS À CHÁCARA BEM-BOM (“PARAÍSO”):

O jornal Correio do Pará, “Propriedade e Orgão do Partido Republicano Federal”, relata os feitos do Intendente Municipal Antonio Facióla no dia de seu aniversário: 18 de novembro de 1929.
Veja o jornal em arquivo pdf para ampliação e melhor leitura: Correio do Pará.

Chácara Bem-Bom no início das obras da avenida Tito Franco (ou Estrada do Marco), paralela à estrada de ferro Belém-Bragança, inaugurada em 1929, no dia do aniversário do senador e intendente de Belém, Antonio Facióla, seu proprietário.
Antonio Facióla, morto em 1936, residia na Avenida Nazaré nº166, esquina com a Doutor Moraes, no conhecido Palacete Faciola, desapropriado pelo Governo do Estado do Pará em fevereiro de 2008; a Chácara Bem-Bom, desapropriada pela Prefeitura Municipal de Belém em junho de 1999, fora seu retiro: “…onde a vida é um paraiso…”.

Um dos dois chafarizes do Bem-Bom no início do século XX (pessoas não identificadas, possivelmente ascendentes de Antonio Facióla).

Outra vista da Chácara no início do século XX (pessoas não identificadas, possivelmente ascendentes de Antonio Facióla).

Anónio Facióla jovem em fotografia assinada por Felipe Augusto Fidanza.

Chácara Bem-Bom em 1916: Godiva, seu filho Antoninho e Antonio Facióla.

Chácara Bem-Bom em 1916: Antonio Facióla, seu filho Oscar, sua cunhada Godiva, sua filha Inah, sua esposa Servita, seu filho Edgar e a filha de Godiva: Violeta.

Interior do Bem-Bom em 1916: Edgar Facióla (Bebé) e figura ainda não identificada.

Interior do Bem-Bom em 1916: Edgar Facióla (Bebé).

Antonio Facióla e seu filho Oscar.

Antoninho, Inah, Godiva, seu marido, Edgar e Violeta.

Antonio Facióla entre familiares na lateral da Chácara Bem-Bom com vista à estrada de ferro Belém-Bragança. Segunda década do século XX.

A cavalariça dentro dos limites do terreno. Segunda década do século XX.

Aniversário de Antonio Facióla em 18 de novembro de 1929.
Transcrição da legenda na foto original em álbum de Inah Facióla: “Grupo de moradores do Marco da Legua que foram cumprimentar o senador Antonio Faciola e que foram recebidos por seu filho Edgar Faciola.” (sic)
Bebé é o mais alto à direita, em último plano.

Aniversário de Antonio Facióla em 18 de novembro de 1929.
Transcrição da legenda na foto original em álbum de Inah Facióla : “A mesa onde foram servidos frios e gelados aos membros da grande comissão do alto commercio, na residencia do Senador Antonio Faciola.” (sic)

Intendente Antonio Facióla ladeado pelos netos Stella e Eduardo e seu secretário Heliodoro Brito em um dos jardins do Bem-Bom; ao que indica, já pela parte da tarde, no mesmo dia 18 de novembro de 1929 — o senador utilizou um paletó escuro pela manhã e um claro após o almoço.

Está escrito, lá em cima, no Correio do Pará: “…A classe dos ‘chauffeurs’ tomará parte nas homenagens ao senador Antonio Faciola offerecendo-lhe em sua residencia, às 2 horas da tarde, um grande e bem feito retrato de s. exc. que se acha em exposição numa das vitrinas do CORETO…”.
A fotografia, que mostra a cena relatada, foi tirada em uma das salas do Bem-Bom no dia 18 de novembro de 1929, local onde o aniversário do Intendente Municipal foi comemorado:
“…Formar-se-á novamente o cortejo, que percorrerá toda a Estrada até a Bandeira Branca, voltando então à residencia do sr. intendente senador Antonio Faciola, que ahi recepcionará os seus amigos…” (Correio do Pará)

Carta de Antonio Faciola ao seu filho Oscar, datada de 17 de setembro de 1921. Depois de uma breve análise econômica do governo de Epitácio Pessôa, negativa à produção agrícola do Pará, Antonio diz: “…Continuamos no Bem Bom onde a vida é um paraiso…”.

Carta de Antonio Faciola ao seu filho Oscar, datada de 14 de novembro de 1921. Após parabenizar o filho pela formatura em direito no Largo de São Francisco (SP), assim a finaliza: “…Estamos no Marco, quer dizer estamos no paraizo…”.

DAS REFERÊNCIAS ÀS COMEMORAÇÕES DO ANIVERSÁRIO DO SENADOR ANTONIO FACIÓLA (aos 9 meses de Intendência):

Mais registros do Correio do Pará no dia posterior ao aniversário do Senador Antonio Facióla.
Veja o jornal em arquivo pdf para ampliação e melhor leitura: Correio do Pará.


FOTOGRAFIAS QUE COMPÕEM O RELATÓRIO DA INTENDÊNCIA ANTONIO FACIÓLA.


A chegada do Governador do Estado do Pará, Eurico de Freitas Valle (à sua direita, Oscar Barreto), à missa em ação de graças na “Cathedral” pelo aniversário do Intendente Municipal: Antonio Facióla.


Transcrição da legenda na foto original em álbum de Inah Facióla: “O sr. F. B. Oliveira saudando o senador Antonio Faciola em nome do alto commercio paraense.” (sic)

 

“Valiosa offerta do alto commercio ao digno chefe da Communa”: um Cadilac.

DAS REFERÊNCIAS ÀS OBRAS E ATIVIDADES DO INTENDENTE ANTONIO FACIÓLA REGISTRADAS EM FOTOGRAFIAS (de fevereiro de 1929 a outubro de 1930):

Estrada do Marco 01; ou: avenida Tito Franco. Eurico Valle e Antonio Facióla.

Estrada do Marco 02; ou, avenida Tito Franco. Eurico Valle e Antonio Facióla.

Estrada do Marco 03; ou, avenida Tito Franco. Eurico Valle e Antonio Facióla.

Estrada do Marco 04; ou, avenida Tito Franco. Eurico Valle e Antonio Facióla.

Estrada do Marco 05; ou, avenida Tito Franco. Homens trabalhando.

Estrada do Marco 05; ou, avenida Tito Franco. Paralelismo à Estrada de Ferro Belém-Bragança.

Andanças por Belém: Antonio Facióla e Eurico Valle fiscalizam obras em local não identificado 01.

Andanças por Belém: Eurico Valle e Antonio Facióla fiscalizam obras em local não identificado 02.

Recuperação da pavimentação da avenida Nazaré com paralelepípedos vindos da pedreira de Quatipurú transportados pela estrada de ferro Belém-Bragança (1930).

Recuperação da pavimentação da travessa Doutor Moraes, defronte ao Palacete Faciola, com paralelepípedos vindos da pedreira de Quatipurú transportados pela estrada de ferro Belém-Bragança (1930).

Inauguração de obras na praça Batista Campos 01.

Inauguração de obras na praça Batista Campos 02.

Praça Batista Campos.

Obras de reparo no dique do Ver-o-Peso (praça do Pescador).

Antonio Facióla e Eurico Vale em local não identificado.

Eurico Vale e Antonio Fációla em homenagem do Colégio Nazaré.

Antonio Fációla e Eurico Vale em homenagem da Escola de Agronomia e Medicina Veterinária do Pará.

Eurico Vale e Antonio Fációla em homenagem da Escola de Agronomia e Medicina Veterinária do Pará 02.

Eurico Vale e Antonio Fációla em homenagem da Escola de Agronomia e Medicina Veterinária do Pará 03.

Antonio Facióla e Eurico Vale na reinauguração da Fábrica Palmeira 01. (A logo, no canto superior direito, é uma colagem feita no álbum de Inah Facióla.)

Eurico Valle (Antonio Facióla não aparece porque foi ao banheiro fazer xixi)  na reinauguração da Fábrica Palmeira 02.

Antonio Facióla em lugar não identificado.

Antonio Facióla em cerimônia fúnebre no cemitério Santa Isabel.

Foto oficial alusiva ao aniversário do senador intendente Antonio Facióla e a curiosa remodelação do brasão d’armas de Santa Maria da Graça de Belém do Grão Pará, tradicional desde a construção do Forte do Presépio; bem como a do brasão d’armas do Estado do Pará, criado em 9 de novembro de 1903, publicado nos “OITO ANNOS DE GOVERNO” de Augusto Montenegro em 1908.
Antonio Facióla era proprietário da Livraria Maranhense, “especializada em catões de visita”.

O “santinho” de Antonio Facióla, morto em 09 de maio de 1936, aos 70 anos.

___________________

“MELHORAMENTOS REALIZADOS NA ADMINISTRAÇÃO ANTONIO FACIÓLA
A administração do exmo. sr. senador Antonio Facióla, na Intendencia de Belem, vae se assignalando por obras de real valor para o municipio e especialmente para a sua sede que é esta cidade.
A sua principal preocupação é prestar assistencia a todos os serviços públicos municipaes remodelando os existentes de conformidade com o que de mais moderno existe.
No curto tempo de sua gestão em inicio já realizou obras de assignalado valor.
Fez recalçar as principaes ruas da cidade, especialmente no seu bairro mais movimentado, o que em detalhe damos adiante.
Pela primeira vez mandou que se experimentasse um calçamento de typo diferente do usualmente empregado em Belem, sendo escolhido o de macadam betuminoso já em execução na avenida Serzedelo Corrêa.
Conseguiu solucionar o problema de obtenção de parallelepipedos de bordadura e de pedras de alvenaria de granito a preços admissiveis para as obras que vae emprehendendo.
Contractou a exploração da pedreira de Quatipuru pertencente á Intendencia com dois industriaes que se obrigaram a fornecer um milhão de parallelepipedos no praso maximo de dois annos.
Obteve da directoria da Estrada de Ferro de Bragança frequentes viagens de transporte desse material para Belem.
Fez uma installação provisoria de britação de pedra com peneiros de classificação na praça Batista Campos.
Construiu uma estrada de rodagem no eixo da avenida Tito Franco desde a praça Floriano Peixoto completamente macadamisada.
Determinou que fosse experimentado o asphalto conhecido sob a designação de “Road oil” para protecção e impermeabilisação da parte superficial dessa estrada.
Tem promovido a conservação e o melhoramento de todas as rodovias do municipio.
Pretende ligar Belem a Santa Izabel por uma nova estrada de rodagem.
Interessou-se pelo saneamento da bacia do Reduto, incumbindo-se o director de obras municipaes de solucionar o problema do seu desaguamento para extinguir as frequentes inundações na praça Ilha Moreira e ruas adjacentes.
Mandou iniciar o aterro dessa praça que estava reduzida a triste condição de um permanente lamaçal e construir os passeios lateraes.
Restaurou todas as obras de arte e brinquedos existentes no bosque Robrigues Alves.
Mandou que se concluisse o muro e gradil em volta desse logradouro publico.
Reuniu a directoria da fundação MacDowell e conseguiu que essa associação entrasse em uma phase de actividade em consequencia da qual tem sido feitos melhoramentos notaveis no xxx estabelecimento de educação Orphanato Antonio Lemos em Santa Izabel, no qual a mesma fundação presta sua assistencia.
Os calçamentos mais importantes que mandou executar e que foram completamente refeitos são os seguintes:
Conselheiro João Alfredo, da travessa S. Matheus ao largo de Palacio.
Avenida 16 de novembro, do edifício da Intendencia até o canto do boulevard da Republica.
Boulevard da Republica, da rua 15 de Novembro até a travessa Fructuoso Guimarães.
Travessa Fructuoso Guimarães, do Boulevard da Republica ao canto da rua Conselheiro João Alfredo.
Travessa Campos Salles, do boulevard da Republica ate a rua 13 de Maio.
Travessa Occidental do Mercado, entre o boulevard da Republica e a rua 15 de Novembro.
Travessa Oriental do Merdado, entre o boulevard da República e a rua 15 de Novembro.
Rua 28 de Setembro, da travessa da Piedade até a doca Sousa Franco.
Avenida S. João, da travessa D. Pedro até a Magno de Araujo.
Avenida Generalissimo Deodoro, do canto da rua Domingos Marreiros até a rua Diogo Moya.
Acompanhando estes trabalhos foram refeitos ou concertados todos os passeios lateraes.
O parque João Coelho já está completamente restaurado em todas as avenidas e obras de arte, faltando apenas o remodelamento dos jardins.
Com igual empenho está mandando fazer obras na praça de Baptista Campos.
Entre os seus novos projectos de obras está o ajardinamento da praça em frente ao Ver-o-peso onde pretende collocar um relógio.
Prestando uma dupla homenagem ao iniciador da construção do Orphanato senador Antonio Lemos e ao continuador dessa obra, dr. Crespo de Castro, mandou inscrever na frente do edifício o nome daquelle prestimoso chefe da communa e colocar no seu salão de hornra o retrato deste esforçado administrador, para o que reuniu as principaes autoridades federaes, estaduaes e municipaes num almoço que, nesse edifício, se realizou com solennidade.
Mandou concertar todo o mercado de ferro, pertencente á Municipalidade, com especialidade nas suas dependências internas.
Determinou que fosse posta em concorrência publica a obra de reconstrucção da ponte do Pinheiro, contractando em seguida a sua execução, já em andamento.
Providenciou para que fossem feitos innumeros trabalhos de observação não somente nos próprios municipaes como em todas as vias publicas da cidade.” (SIC)

Acima, transcrito do Correio do Pará, “Propriedade e Orgão do Partido Republicano Federal”, um levantamento dos nove primeiros meses da gestão Antonio Facióla que iniciou em 2 de fevereiro de 1929 e findou em 24 de outubro de 1930.

___________________

Leia sobre o governo de Eurico de Freitas Valle (de 1º de fevereiro de 1929 a 24 de outubro de 1930) em A Revolução de 1930 (pdf), escrito de Carlos Rocque.

Ou veja o mesmo texto no Scribt:

Acesse as postagens subsequentes que tratam do assunto:
Chácara Bem-Bom (trabalhos disponíveis na biblioteca da FAU) e Chácara Bem-Bom; por Rosário Lima, 1988.

___________________

O material aqui publicado foi gentilmente cedido pelos netos de Oscar Faciola, filhos de dona Léa Faciola Pessôa, irmã caçula das crianças que ladeiam Antonio Facióla (Roró para elas) em fotografia desta postagem; Léa, que completará 84 anos de idade em novembro, estava com dois à época do retrato em que ela não parece.

Esse post foi publicado em Administração e marcado , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para O Intendente Senador Antonio Facióla

  1. Jorge Souza disse:

    Fabulosa publicação.
    Nunca tinha visto tanta foto junta sobre um assunto interessante do passado.
    Obrigado por esse presente FAU.

  2. Bianca, você é neta do intendente senador Antonio Faciola? Muito importante a sua reportagem. Adorei.

    • fauitec disse:

      Senhora Ivana Avelar Salheb:
      Parece haver algum equívoco, pois, se o conteúdo veiculado no Blog da FAU não está assinado ou citada sua fonte, é todo ele de autoria e responsabilidade dos editores.
      Contudo, o nome Bianca parece referir-se à Bianca Faciola Frazão, filha de José Alves Frazão e Ilma Faciola Frazão; a relação de parentesco entre Bianca e Antonio seria bisneta, já que sua mãe Ilma é filha de Edgar, caçula do Intendente.
      Bianca Faciola Frazão até o momento não colaborou com o BF; as informações aqui prestadas, além da permissão à publicação da documentação privada, são provenientes dos descendentes do primogênito de Antonio: Oscar.
      Todos os dados que se somarem aos que possuimos serão bem-vindos; tanto à Faculdade, quanto aos internautas interessados no assunto.

  3. Magnifica a apresentação jornalística e histórica sobre o assunto que envolve uma das mais labutadoras personalidades do Estado do Pará Antonio de Almeida Facióla e em especial da cidade de Belém do Pará; história que de nossos antepassados que jamais saem de nossa memória; fico cada vez mais interessado na história da grande Belém, seja com suas personalidades ou com suas arquiteturas e construções da época passada, pois, são belas e muito bem projetadas. Muito obrigado a FAU – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e ao prof. Haroldo Baleixe, excelente.
    Heraldo Amoras – Monte Dourado – Almeirim-PA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s