Categorias
Administração

Saul Steinberg passou por Belém

O “Grand Hotel Belem Pará”.

A elegante historiadora Roberta Saraiva, curadora da mostra no Instituto Moreira Salles, equivoca-se ao falar em “casinhas” (assistir ao primeiro vídeo); na realidade são as cadeiras e mesas que compunham a boêmica calçada do hotel, momentaneamente vazias, como estão na foto abaixo:Blog da FAU

Saul Steinberg registra em desenho o curioso ônibus Zeppelin da Viação “Sul América” no ano de 1952 e localiza o Grande Hotel (edificação demolida que deu lugar ao Hilton) na avenida 15 de Agosto (hoje Presidente Vargas):


O Zeppelin passa defronte ao cinema Palácio e segue em direção ao Grande Hotel (a via era de mão dupla e o ônibus está de frente, Saul inverteu o posicionamento da porta em seu desenho).

“…Na casa dessa família havia uma oficina de consertos de carro e de fabricação de ônibus. Foi lá que foi construído o ônibus em forma de Zeppelin, de nome Viação Pérola, e que foi uma sensação em Belém nos anos 40 e 50. (Aliás, esse ônibus era uma réplica dos outros cinco construídos na Indústria São José de Ribamar Ltda., de nome Viação Sul Americana, de propriedade de Clóvis Ferreira Jorge, segundo registro do professor Armando Dias Mendes, em seu livro A Cidade Transitiva, IOF, Belém, 1998.)…” (Fonte: http://www.bassalo.com.br/)
Blog da FAU

Zeppelins da Viação Sul Americana (Fonte: Blog HB).

Exposição no Instituto Moreira Salles (sobre Belém em 2:12).

Documentário do Instituto Moreira Salles.

Postagem sugerida pelo professor Irving Franco.

Categorias
Administração

Divulgação/convite à FAU

Categorias
Administração

Divulgação

Categorias
Administração

Divulgação/convite à FAU

Categorias
Administração

Divulgação

Categorias
Administração

“Refletindo Ausência”

(Paul Simon – The Sound of Silence 9/11 Ground Zero)

“O memorial abre neste domingo 11/09/2011, durante o aniversário de dez anos dos ataques terroristas de 2001, numa cerimônia dedicada exclusivamente para as famílias das vítimas com a presença do presidente americano Barack Obama. Na segunda-feira, 12 de setembro, o memorial abre para o público geral.
A inauguração do memorial é o mais celebrado evento de uma intensa programação que inclui o lançamento de livros, palestras, um festival de comédia arábico-americana e exposições como “Faces of Ground Zero: 10 Years Later” com 50 originais em Polaroid de Joe McNally, “The 9/11 Peace Story Quilt” com três colchas de retalhos sobre a importância da comunicação entre culturas e religiões no Metropolitan Museum e “9/11: PHOTOS WTC”, com obras de 22 fotógrafos brasileiros que retrataram as torres gêmeas desde que foram inauguradas em 1973 até os ataques de 2001 na 1500 Gallery, uma galeria nova-iorquina especializada em arte brasileira.
No espaço em que as torres gêmeas ficavam, há agora duas enormes fontes de 4 mil m² e quedas d’água de 9m rodeadas por um parque de 24 mil m² – ou a metade do espaço original do World Trade Center. Os parapeitos das cascatas apresentam os nomes das 2.983 vítimas dos ataques.
Ao contrário da maioria das listas alfabéticas em homenagem a vítimas, os nomes do memorial estão dispostos num sofisticado jogo de algoritmos que agrupa colegas de trabalho, familiares, amigos e até pessoas com narrativas semelhantes. Os nomes podem ser localizados pelo site http://www.911memorial.org/. É neste site também que se deve reservar passes gratuitos para a visitação do espaço.
Em setembro de 2012, abrem o Museu projetado por Aedas architects, com design gráfico de Thinc Design/Local Projects e exposições de David Layman, um edifício subterrâneo de sete andares e a plataforma final de trem e metrô projetada por Santiago Calatrava.
No entorno do memorial, onde outros edifícios foram demolidos porque tiveram suas estruturas comprometidas com a queda das torres gêmeas, estão sendo erguidas as torres 1, 2, 3 e 4, que devem ser inauguradas até 2015. As torres 5 e 6 não foram demolidas e a torre 7 abriu em 2006. O escritório de arquitetura Skidmore, Owings & Merrill (SOM) é responsável pela torre 1 que deve ser inaugurada em 2013. Os britânicos Foster + Partners estão trabalhando na torre 2, que deve ficar pronta ainda esse ano. Outro escritório britânico, o Rogers Stirk Harbour + Partners, projetou a torre 3 que deve ser inaugurada em 2015. Os japoneses Maki and Associates devem inaugurar a torre 4 no final de 2013. A torre 7 foi inaugurada em maio de 2006 com projetos da SOM e abriga os escritórios da Salomon Smith Barney, American Express Bank Internacional, a Comissão de Valores Mobiliários e o Serviço Secreto americanos, entre outros.” (Texto: JacksonFirstMedia Channel.)