Feliz Ano Novo do Pelas Ruas de Belém; por Fernando Jares

Fonte: Pelas Ruas de Belém.

A postagem anterior teve origem em um e-mail sem identificação de autoria do texto sobre a farmácia Cesar Santos; checamos o conteúdo e vimos que os dados eram pertinentes e não incorreríamos em lesa-informação.
Contudo, um comentário do jornalista Fernando Jares Martins, elucidou a questão do e-mail “que circula apócrifo pela Internet”.
Fernando Jarez publicou o escrito no seu blog, o PELAS RUAS DE BELÉM, por ocasião da chegada do ano de 2012 e alguém, inescrupulosamente, o modificou e espalhou pela WEB, sem citar a fonte.
O Blog da Fau cometeu um erro e, casualmente, um acerto: erramos por publicar algo de autor desconhecido (se bem que informamos este fato na postagem) e acertamos no encontro do escritor, que apareceu para explicar as coisas, principalmente o furto do qual foi vítima.
O BF pede perdão ao Fernando Jares pelo transtorno que porventura tenha a ele causado e se redime com a publicação integral de seu comentário, bem como com a imagem-link de sua postagem original no PELAS RUAS DE BELÉM:

“Fernando Jares Martins commented on Farmácia Cesar Santos — um marco na história do Pará
O escrito na internet é “filho colocado no mundo”, como diriam os antigos. Mas ninguém gostaria, imagino eu, que o “mundo” passasse a mão no seu filho. Sem, ao menos, dizer: este um é filho do fulano. Afinal, o fulano teve todo o trabalho de fazer, cuidar e parir o “filho”. Pois foi isso q senti ao deparar-me com este “filho” todo mutilado, ao bel-prazer de alguém, inescrupuloso, que copiou trechos inteiros de um post que fiz no dia 31 de dezembro passado, metendo o delete (antigamente seria tesoura) no que era pessoal, afinal era uma brincadeira com minha mensagem de ano novo. Convido-os a ler o original, antes desta mutilação gatunesca, neste endereço: http://pelasruasdebelem.zip.net/arch2011-12-01_2011-12-31.html#2011_12-31_17_50_41-10174982-0
O publicado na internet pode ser reproduzido livremente, assim o aceitamos. Mas que se respeite a criação e o trabalho do autor, com a citação das fontes. Para mim, apropriar-se de um texto devidamente identificado no original, sem citar a fonte, como neste surpreendente caso, é furto!
Este site cita um “e-mail apócrifo” e identifica a remetente. O nome indicará ligação familiar com um jornalista/historiador de quem fui amigo e continuo admirador de todas as horas? Cito-o constantemente, sempre com generosa identificação da fonte. Custa-me crer.
Agradeço a atenção
Fernando Jares – jornalista, blogueiro”

PS.: Dulce Rosa Rocque é irmã do jornalista e escritor Carlos Rocque e, perguntada sobre a autoria do texto, informou:  “…Aliás estou procurando o autor pois o pessoal do geoturismo quer usar aquelas informações…”.

Esse post foi publicado em Administração e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s