Ônibus Zepelim de Belém do Pará; por José Miguel Abrahão Filho

José Miguel Abrahão Filho é o primogênito do último proprietário dos ônibus apelidados Zepelim, criações exclusivas de Belém do Pará que foram vendidas para São Luís do Maranhão ─ dos 5 Zepelins adquiridos junto com a Viação Sul Americana, quatro foram negociados e um ficou em Belém; como os coletivos eram fadados ao prejuízo por questões técnicas, o remanescente foi desmontado e seu madeirame virou fogueira de São João.

corel491corel492

A garagem/oficina da Viação Triunfo em meados da década de 1950 e hoje: Residencial Josefa Alice Abrahão. Um lugar na travessa Barão do Triunfo, no Marco da Légua, que nenhuma relação tem com o nome da empresa.

corel493corel494

O condomínio familiar garante a manutenção do chalé adquirido em 1950 que serve como ponto de encontro constante de seus membros.

corel495

corel496

Os ônibus Zepelim da Viação Triunfo fotografados pelo ucraniano Dmitri Kessel em abril de 1957 para a revista estadunidense LIFE.

Na marcação 00:10 da película acima aparece um Zepelim em movimento nas ruas de Belém, filmado de dentro de um automóvel; a logo na traseira ainda é o mapa usado pela Sul Americana. Fonte: http://vimeo.com/62221938#at=0.

screenhunter_02-sep-27-23-46

corel497

tumblr_lu8xdyfppP1r3tp9lo1_1280

O Dirigível Pérola* (dito mais antigo por José Miguel), de acordo com a segunda imagem, parece, nalgum momento, ter pertencido à Viação Sul Americana (0bservar o nome dessa empresa na funilaria do Pérola), depois transmudada em Viação Triunfo.

*Na postagem Transporte e lazer em Belém do Pará a partir de 1948 ou a cópia urbana dos dirigíveis de Zeppelin; por Fabiano Homobono há a atribuição de autoria, pelo menos parcial, ao mecânico Osvaldino Ferreira de Oliveira, bem como a datação da montagem do primeiro Zepelim terrestre parauara: 1948.

Esse post foi publicado em Arquitetura e Urbanismo, Patrimônio Histórico e marcado , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Ônibus Zepelim de Belém do Pará; por José Miguel Abrahão Filho

  1. Jose Julio Lima disse:

    Haroldo, incrível!! Vamos retomar o trabalho dos clippers?

  2. STGM disse:

    Republicou isso em Blog dos Carros Antigos e comentado:
    Olha a história do ônibus Zepelim, de Belém do Pará, contada aqui com detalhes e vídeos!
    Incrível o que o pessoal de lá têm feito desde que a história ganhou o mundo através das fotos da Life.
    Parabéns aos envolvidos na pesquisa.

  3. João Barbosa Dos Santos Neto disse:

    Babei!

  4. Arnaldo Barros disse:

    Excelente o trabalho de pesquisa e o vídeo com o depoimento do filho do dono da Viação Triunfo.
    Essa história sempre foi contada pela metade ou cheia de fantasias, agora as coisas ficaram esclarecidas e presume-se que nunca houve concorrência entre os Zeppelins de Belém do Pará.
    O Blog da Faculdade de Arquitetura da UFPA está sempre de parabéns por suas excitantes descobertas.

  5. Suelen Vieira disse:

    Nossa sempre quis saber algo sobre esse chalé, desde a minha infância indo para a casa da vovó na Barão, me questionava sobre o local. Muito interessante, só faltou o zepelim.

  6. José Maria Abreu jr disse:

    Fantástico, matou dois coelhos com uma cajadada só. O Zepellin e o último chalé do Marco!

  7. roger vital disse:

    A última revista Leal Moreira – ano 10, número 41 – fala dos Zepelins de Belém: http://issuu.com/doorcomunicacao/docs/rlm41_web/113?e=2082933/6090898 e as coisas não batem com o que o blog da FAU diz.

    • fauitec disse:

      Segundo José Miguel Abrahão Filho, primogênito do dono da Viação Triunfo, as informações prestadas por Marcelo Magalhães à revista Leal Moreira estão equivocadas.

  8. Tercio Lemos disse:

    Viação Triunfo!
    Esses ônibus deveriam estar em um museu, sendo bem conservados.
    Fizeram história.
    Bem legal!
    Abraços,
    Concessionaria VW

  9. Parabéns à FAU pela pesquisa e registro. O zepelim não conheci, mas estou contando as horas para o recesso de Natal e assim poder matar as saudades do Chalé da Barão. Sejam bem-vindos sempre por lá.

  10. RITA SOUZA DOS SANTOS disse:

    Fiquei maravilhada com essa reportagem pois a minha tia NADIR COELHO hoje com 87 anos foi cobradora desses onibus ela vai ficar muito feliz ao vê a foto dos mesmos.

Deixe uma resposta para fauitec Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s