Onde estava localizado o Stand Pipe de Maximino Corrêa?

corel254

sp-geral

A dissertação de mestrado de Adriana Modesto Coimbra suscita, em duas citações, uma dúvida: em que local da Cidade fora erigido o Stand Pipe idealizado pelo engenheiro Maximino Corrêa com o propósito, bem sucedido à inauguração do dia 30 de junho de 1912, de encher o Reservatório Paes de Carvalho (montado no governo Augusto Montenegro)?
Defronte ao Instituto Lauro Sodré ou ao Instituto Macêdo Costa?

Reserva

Ler: Projecto para o funcionamento do Reservatório Paes de Carvalho — 1911; por Maximino Corrêa.


Postscriptvm:

corel255

A nota acima mostra que o Stand Pipe de Maximino Corrêa, em tudo de caracter provisório, estava de pé em 1922 dez anos após a construção ;  ratificando o local como fronteiriço ao Instituto Lauro Sodré.
Então: há duas possibilidades ao equívoco: ou Francisco Bolonha fora traído por sua memória em 1933; ou: a autora se confundiu com os Institutos, ambos no bairro (ou estrada) do Souza e próximos ao Utinga.


Postscriptvm 03/02/2016:

Igor Pacheco, editor do site Fragmentos de Belém, alertou-nos à mudança na nomenclatura do Instituto Lauro Sodré para Instituto Dom Macêdo Costa ocorrida em 1931; portanto: não há equívoco de Bolonha ou Adriana, apenas a ausência de uma nota explicativa:

sde4

Fonte do recorte acima: IOEPA.

 

 

Sobre fauitecufpa

Projeto de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Belém, História e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta