O surgimento do Núcleo Pioneiro da UFPA em 1967

imagem-1219

imagem-1220

imagem-1247

imagem-1245

imagem-1244

Em revista à publicação  O acervo fotográfico não identificado da BC/UFPA destacamos algumas fotografias que parecem revelar os primórdios do Campus Universitário do Guamá que em 2007 passou a se chamar Cidade Universitária Professor Silveira Netto.
O Núcleo Pioneiro da Universidade Federal do Pará aparenta ser objeto de visita técnica às obras de limpeza e sondagem do terreno onde erigir-se-ia o Conjunto Pioneiro da Universidade Federal do Pará inaugurado em 13 de agosto de 1968 pouco mais de um ano depois dos retratos acima  pelo ditador militar marechal Artur da Costa e Silva que na mesma ocasião recebeu o título de doutor honoris causa das mãos do reitor José Rodrigues da Silveira Netto.
A presença de Paulo de Tarso de Moraes Dutra, ministro da Educação de Costa e Silva, em duas das cinco imagens pode nos dar a datação aproximada das fotografias:  julho de 1967:

corel798

Tarso de Moraes Dutra aqui esteve, como disse a Tribuna da Imprensa, para o 10º Aniversário da Universidade Federal do Pará, dia 2 de julho de 1967 Dutra recebeu o seu honoris causa antes de Costa e Silva ; bem como se fez presente na inauguração do Conjunto Pioneiro, em agosto de 1968.
Esse achado certamente propiciará novas percepções sobre O acervo fotográfico não identificado da BC/UFPA.


A fotografia do topo mostra uma construção antiga coberta com telhas de barro, sem vedações, à semelhança de um curral ou olaria; possivelmente remanescente da atividade econômica original do tereno antes de pertencer à Universidade.
Para melhor entendimento recorrer-se-á a outra imagem também do acervo: um dos 10 aerofotogramas de levantamento feito em 1955 utilizados como elemento técnico de escolha da área de Belém à instalação do Núcleo Pioneiro da UFPA:

wsw


Postscriptvm:
Cabe, à contestação desta hipótese, a visão dos mais velhos, em especial a de Alcyr Boris de Souza Meira, responsável pelas obras do Campus e ex-professor da FAU-UFPA – Alcyr pode ser visto na terceira e na quinta fotografias ao lado do magnífico.

Esse post foi publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s