O Blog da FAU errou na localização do Hospício dos Lázaros do Tucunduba

Em Hospício dos Lásaros do Tucunduba ‒ localização aproximada cometemos um equívoco: apontamos, numa aerofoto de 1955, o que acreditávamos ser os resquícios da Olaria dos Mercedários, uma edificação do século XVIII que, segundo Arthur Vianna:
Em 1814 e annos subsequentes até 1816, transformou um grande telheiro que lá havia em edificio losocomico, vestindo-0 de paredes e de separações internas, e conseguindo fazer um prédio defeituoso e absolutamente improprio ao fim a que o destinaram.

Na realidade o que se vê apontado pela seta na imagem ilustrativa de 17SET2014 seria o conjunto fabril de outra olaria mais recente, a São Martinho, onde seu caminho daria origem à atual Rua da Olaria — segundo relatos recentes de moradores da rua Barão de Igarapé Miri, no Guamá, tal empresa pertencera a um português antes das invasões.
Observamos que não houve falha no posicionamento da referida Rua da Olaria no mapa da publicação passada.
Não apagaremos o post que contém o rastro da investigação; faremos como o habitual: será esta retificação acrescentada nele como postscriptvm.

Esse post foi publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s