Categorias
Arquitetura e Urbanismo Fotografia Memória

A sui-generes defesa do TCC de Marina Ramos

Juliano Ximenes, Flávio Nassar, Marina Ramos, Haroldo Baleixe, Mateus Nunes e Jorge Eiró

Na última quinta-feira, dia 12, ocorreu a defesa do TCC da remadora e agora arquiteta e urbanista, Marina Fonseca Ramos, no auditório Daniel Campbell do Ateliê de Arquitetura e Urbanismo do ITEC-UFPA.
O Regulamento da Graduação da UFPA diz, em seu Art.81 que  O TCC será defendido em sessão pública, perante Banca Examinadora constituída de, no mínimo, dois membros titulares, sendo um deles, obrigatoriamente, o orientador, que presidirá a sessão; neste caso foi diferente: cinco membros compuseram a Banca.
O orientador da ainda estudante da graduação, professor Flávio Nassar, criou um grupo de WhatsApp para coorientar Marina, ajudando-a com fluxo contínuo de informações e imagens; destes componentes damos destaque ao Mateus Nunes, brilhante egresso, contemporâneo de Marina na entrada do curso, que saiu da graduação direto para o doutoramento em Lisboa.
A sessão púbica de apresentação começou às 11:30 e finou às 14:30; o conceito, EXCELENTE (10), com recomendação à publicação, foi unânime e também público: sem que os espectadores saíssem, como manda o protocolo, do auditório Daniel Cambell.
Marina Ramos e Mateus Nunes, por sorte nossa e determinação deles, são eficientes colaboradores (voluntários) deste Laboratório Virtual: é dando que se recebe — é a troca natural de conhecimentos.


A história de uma ausência: A Caixa D’Água de Belém; por Marina Fonseca Ramos

Por o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010.
Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012.
Coordenação: professor Haroldo Baleixe.

2 respostas em “A sui-generes defesa do TCC de Marina Ramos”

As formalidades estão embronquecendo a Universidade, que agora se prefere Academia.
Universidade é UNIVERSAL: Para Todos (como aquela banca de jogo do bicho).
A Academia, mesmo que não composta por sábios ou intelectuais é confraria, para poucos.

Obrigada por todos os ensinamentos e partilhas e sigamos pesquisando juntos, dando e recebendo.

Deixe uma resposta