Onde está, Wally?

Recebemos por e-mail algumas considerações ao que chamamos de “11 FAU”, ou a marquinha inocente que sinaliza a virada à segunda década do século XXI.
Internautas viram gravatinhas borboletas, lacinhos de cabelo, origâmis, bailarinas de cancã, Don Quixote (com Rocinante e Sancho Pança), peças de cerâmica pré-colombiana, ampulhetas, esquadros, lápis, réguas “T’s”, projeções ortogonais, planos urbanos, casinhas (incluindo as de cachorro), telhados, fachadas, cortes, plantas baixas, etc.
Então, chamamos o Wally para fazer as vezes de pedagogo — etimologicamente condutor de criancinhas — e apresentar o tal do ONZE.