O GLOBO de 1957 esmiúça o contrabando no Pará

UM REPÓRTER NA ROTA DO CONTRABANDO*
Reportagem de José Leal para o Jornal O GLOBO, em 22 partes, publicadas diariamente, de 25/02 a 23/03/1957; fotos de Indayassu Leite.

A fonte primária aqui reproduzida contitui-se como uma das referências à pesquisa sobre o Brasão Original da UFPA  em andamento pelo Laboratório de Memória e Patrimônio Cultural (LAMEMO) do curso de Arquitetura e Urbanismo do ITEC.

As imagens abaixo podem ser ampliadas à leitura; em alguns casos há textos ilegíveis, um problema dos jornais físicos microfilmados e transmutados para arquivos de imagem no formato jpg.

I – Paramaribo – Eldorado que o futebol descobriu – 25/02/1957, Cad. 2, p.13:

II – O Consulado de Caiena – Abrigo de contrabandistas – 26/02/1957, Cad. 2, p. 16:

III- Como nasceu e prosperou o contrabando vinculado – 27/02/1957, Cad. 2, p. 5:

IV- 3 Semanas de contrabando oficializado em Caiena – 28/02/1957, Cad. 2, p. 3:

V- Enéias Barbosa, o maior contrabandista do Norte – 01/03/1957, Cad. 2, p. 3:

VI- Um contrabandista que se denunciou a si mesmo – 02/03/1957, Cad. 2, p. 2:

VII- Maio de 1956 – O mês dos contrabandistas – 06/03/1957, Cad. 2, p. 12:

VIII- Os automóveis já chegavam a Belém com placas e documentos – 07/03/1957, Cad. 2, p. 5:

IX- Descobriram-se códigos e mapas de contrabandistas – 08/03/1957, Cad. 2, p. 5:

X- A Vingança dos contrabandistas – 09/03/1957, Cad. 2, p. 7:

XI- Na sua carta o suicida denunciava a Alfândega – 11/03/1957, Cad. 2, p. 14:

XII- Um contrabandista visto bem de perto – 12/03/1957, Cad. 2, p. 10:

XIII- Passa em Caiena um avião de contrabando – 13/03/1957, Cad. 2, p. 10:

XIV- O início de uma jornada perigosa – 14/03/1957, Cad. 2, p. 10:

XV- Álcool para o Surinam – Automóvel para o Brasil – 15/03/1957, Cad. 2, p. 3:

XVI- Dez dias de viagem num barco de contrabandistas – 16/03/1957, Cad. 2, p. 8:

XVII- O contrabando como válvula de segurança da Amazônia – 18/03/1957, Cad. 2, p. 12:

XVIII- Emoção e perigo até passar o cabo do Maguari – 19/03/1957, Cad. 2, p. 7:

XIX- O mar esconde os contrabandistas – 20/03/1957, Cad. 2, p. 8:

XX- Intervalo tragicômico na cidade de Parnaíba – 21/03/1957, Cad. 2, p. 13:

XXI- Fim de jornada no Piauí – 22/03/1957, Cad. 2, p. 3:

XXII- Recapitulação final – 23/03/1957, Cad. 2, p. 7:

*Pesquisa na Fundação Biblioteca Nacional, setor de periódicos, microfilmes, em 11/05/2011.

[HB]

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O GLOBO de 1957 esmiúça o contrabando no Pará

  1. José Francisco da F. Ramos disse:

    Muito bom o material, Haroldo. Pena que difícil para ler. Mas alguma coisa se pode. Descobri uma coisa interessante. Um nome que fez dinheiro com o contrabando na década de 50. Conheço a família e desconfiava da origem do dinheiro.
    José Ramos
    Marco, Belém

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s