FADESP desconhece o autor de sua marca


Nem o site da FADESP, nem o manual de aplicação da marca nele disponível, fazem alusão ao criador da “cerâmica indígena”, “um dos maiores símbolos da Fundação”.
A Diretoria Executiva da FADESP foi comunicada, pelo e-mail automático de sua página, sobre a pesquisa desenvolvida publicamente no Blog da FAU, mas não nos deu nenhum retorno.
Em comentário enviado ao Blog da FAU, a professora adjunta aposentada da UFPA, Albertina Fortuna de Oliveira, lembrou: “(…) Também foi de sua autoria o símbolo da FADESP (Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa) criado especialmente por ele, sem nenhuma remuneração (…)”; referindo-se a Maÿr Sampaio Fortuna, seu pai.
Por informações da professora Jane Felipe Beltrão, “Beti” (de Albertina) trabalhou anos na FADESP, desde os primórdio da instituição; isto, para Jane, confere pleno crédito ao depoimento da professora do curso de Geografia.
Infelizmente a Beti não mais entrou em contato com o BF para elucidar questões que fogem da alçada dita “oficial”.
Curioso, como lembra Jaime Bibas, é que a marca da FADESP fora feita por um senhor de 73 anos de idade; ou seja, em plena atividade para criar e executar coisas que podem lhe conferir a imortalidade pelo mérito.

Sobre o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para FADESP desconhece o autor de sua marca

  1. JBibas disse:

    Haroldo.
    Esse “desconhecimento” (provavelmente um lapso) é ruim e precisa ser corrigido. Sobretudo por tratar-se de instituição ligada ao “desenvolvimento científico, social e tecnológico” que possui um “Conselho de Comunicação”, conforme está dito em seu próprio sítio na web.
    Tomara que sejam feitos os devidos reparos, não só quanto à autoria de Maÿr Sampaio Fortuna, bem como sobre o autor da “renovação da logomarca” que, também, a FADESP não menciona.

Deixe uma resposta