Preciosidades da memória; por Fragmentos de Belém


Acesse o site Fragmentos de Belém; um lugar de memória.

Sobre o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Administração e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

7 respostas para Preciosidades da memória; por Fragmentos de Belém

  1. Fragmentos de Belém disse:

    Retificamos que a imagem foi retirada de postagem (de 2 de abril de 2012) do Blog Fragmentos de Belém. Atenciosamente, Equipe Fragmentos de Belém.

    • fauitec disse:

      Estamos checando a informação com nosso colaborador; por favor aguarde, caso seja confirmado, substituiremos o crédito.

      • José Maria disse:

        Eles estão certos.
        Retirei a imagem de lá; que, por sua vez, é do “Guia Turístico do Pará”, da Editora Grafisa, uma publicação dos anos 1970.
        Propagandas interessantes merecem ser digitalizadas e publicadas na NET – uma ação democrática coletiva à cultura.
        Os demais postais publicados por mim neste Blog da FAU, ou são do site “Mercado Livre”, ou são de minha coleção particular.

    • fauitec disse:

      Entendemos que o causo tenha sido solucionado de modo alpínico; então: que seja criado, por alguém que GOVERNE, o GUIA IMAGÉTICO LIVRE DE BELÉM DO PARÁ: uma ação colaborativa com capacidade intelectual para, em um só canto, organizar, de modo profissional, tudo o que Belém “já era!”.
      Trabalhamos em cooperação efetiva, plenamente informal, para que o BELO seja FEIO e o feio, belíssono – no caso das pobres palavras; as mesmas que catapultaram Walt Disney à felicidade do único capital cultural estadunidense: o de per si.
      Igor Pacheco e José Maria estão, certamente, do mesmíssimo lado: o de dentro!
      Uma salva de bazucas ao Pagode Chinês, para que as putas corressem nuas pela Alcindo Cacela!
      HB.

  2. Fragmentos de Belém disse:

    O Fragmentos de Belém juntará qualquer caco da cidade espalhado: tanto no mundo virtual, quanto no real.

  3. Angelina Marteli disse:

    Curioso é que quem pede os créditos pela fotografia, a equipe do site Fragmentos de Belém, não postou nenhuma informação sobre tal imagem.
    Já o “copiador”, dela sabe tudo, cita a fonte física: a bibliografia.
    Creio que quem queira ter suas fotos como exclusivas, que nelas aponha sua marca, senão, tudo é de domínio público.

    • Fragmentos de Belém disse:

      Angelina, quando essas fotos vão parar em qualquer site já estão domínio público. Não citar a origem nada contribui para quem quer aprofundar mais sobre o assunto. Se você olhar a nossa postagem original verá que citamos a fonte (dessa e de todas as postagens), informação que o prof. Jose Maria usou no seu comentário. Nosso objetivo não é ter exclusividade sobre as fotos, mas divulgar e compartilhar com quem tenha interesse por Belém.

Deixe uma resposta