Categorias
Arquitetura e Urbanismo

As inconvenientes propagandas no BF

Percebemos que hoje surgiram propagandas no Blog da FAU, nenhuma delas relacionada a apoio ou patrocínio; mas, uma medida encontrada ou programada pela WordPress (a plataforma do BF) para cobrir os custos de nossa atividade de divulgação de conteúdos culturais na Internet.
Quando se optou pela WordPress sabia-se que 3.0GB sem propaganda estariam disponíveis e que após esse limite teríamos que pagar por um pacote de atualizações.
O Blog da FAU há uns dois dias completou 80% do limite estabelecido, segundo as estatísticas do próprio site,  mas a WordPress já o considera pleno.
A contumaz audiência do BF pode ter uma relação direta com as propagandas, principalmente pelo fato de algum sistema suspeitar que sejamos “vendedores”; mesmo que cultura e conhecimento estejam no rol dos bens imateriais.
Mais rica ficaria a WordPress se nos patrocinasse ou apoiasse, mas…por ora, estamos carregando o fardo de propagandas ridículas, pensadas e materializadas com mau gosto, que nada tem a ver com uma proposição extensionista pública bem intencionada.
Esforços serão envidados para sanar o problema.


A explicação, em inglês, dada pela plataforma WordPress:

Universitário, Belém - PA, Brasil

Por o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010.
Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012.
Coordenação: professor Haroldo Baleixe.

3 respostas em “As inconvenientes propagandas no BF”

Os editores do blog não acham que talvez esteja na hora de migrar o blog para os servidores da própria universidade, e até mesmo, quem sabe, colocá-lo no lugar do abandonado site da faculdade?…

Jucá:
O Blog da FAU é um experimento sem nenhum fomento ou patrocínio; uma ação voluntária dos editores e colaboradores.
O uso da plataforma WordPress se deu pela facilidade das operações de postagem e as opções de ferramentas de edição, principalmente visual; portanto, migrar para um servidor da UFPA frenaria o nosso trabalho “marginal”.
O “abandonado site da faculdade” está desse modo justamente pela dificuldade que leigos encontram para trabalhar com o JOOMLA, o software livre usado na UFPA para o sistema dinâmico de portais e gerenciador de conteúdo.
O BF está no ar beirando os dois anos e meio, mas só agora os blogues passaram a ser reconhecidos institucionalmente; pelo menos é o que parece, já que a 1ª colocação do Concurso Práticas Inovadoras em Gestão Unversitária agraciou este instrumento de informação e comunicação.
É possível que com a premiação resolvamos o problema das propagandas indesejáveis.
Os editores.

Entendo a impossibilidade de associar o BF ao site da faculdade. Mas é válido lembrar que o WordPress também é um software livre e nada impede de ser instalado em um servidor próprio. Só que aí já não sei se a própria UFPA não permite o uso de outro CMS que não seja o Joomla, ou se também impõe um limite de armazenamento, ou mesmo se pediria que as postagens do BF passassem primeiramente por aprovação.

Bem, de qualquer forma, lamento que o BF tenha de passar por esta situação quando poderia ter um servidor próprio…

Deixe uma resposta