Enquete de escolha da marca CÍRIO 2013 FAU

Imagens numeradas para votação:

Círio 2013 - signos para seleção

Visualize as diagramações básicas antes de votar:

Resultado da enquete encerrada às 14:06h do dia 05 de/10/2013:

corel374

Os trabalhos dos alunos de Representação e Expressão II ─ turmas da manhã e tarde ─ foram pré-selecionados pelos professores Jorge Eiró, Jaime Bibas e Haroldo Baleixe.

A votação permanecerá no Blog da FAU até o sábado, dia 05 de outubro, quando será divulgado o resultado pela classificação da enquete gerenciada pela POLLDADDY.

Serão rejeitados comentários que, de qualquer modo, identifiquem os concorrentes.

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Círio, Enquetes e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

26 respostas para Enquete de escolha da marca CÍRIO 2013 FAU

  1. Zé Carlos Arruda disse:

    “TOATOATOA…TOATOATOA…TOATOATOA…TOATOATOA”, que quer dizer: “Toa à TOATOA”.

  2. Rose Norat disse:

    Gostei! E já votei!

  3. kemps disse:

    O pato é o melhor!

  4. Cacau Zeoti disse:

    Meus queridos paraenses, não comemorem essa grandiosa festa religiosa com a morte de animais indefesos. Festeje a sua fé livre de crueldade animal, assim a festa será mais bonita! (:

  5. Igor Silva disse:

    Não existe animal indefeso (todos tem uma forma de se defender), não quer comer os animais “indefesos”? Fica a vontade, ninguém vai acabar com a tradição por causa de meia dúzia de pessoas que acham que todo mundo que come pato no tucupi maltrata os animais.

    • Cacau Zeoti disse:

      O ser humano, acaba com a vida desse animais, tira ele de seu habitat natural, domestica, maltrata e ainda come… Esse está sendo um erro que cometemos há anos, explorar os animais por prazer. Está super claro que o ser humano não precisa ingerir animais para ser mais saudáveis, basta buscar e querer sair da zona de conforto. Quando a “tradição” já tá mais que na hora de dá um basta, estamos em pleno século 21, “evoluídos” e não mais bárbaros. A Nossa Senhora de Nazaré quer misericórdia e não sacrifícios de animais. Eles não estão aqui para nós servi. Animais não são comida e produtos…. Reflitam, busque conhecimento. O Círio ficará mais bonito se não houve sangue! ♥ Todos merecem compaixão.

      • Léo disse:

        “Está super claro que o ser humano não precisa ingerir animais para ser mais saudáveis, basta buscar e querer sair da zona de conforto”.
        Vamos para com falsa ciência. “Super claro” é melhor você buscar conhecimento (fatos).

  6. Domingos Oliveira disse:

    Bela iniciativa. Um estímulo aos alunos.

  7. Joana disse:

    A igreja é o mais representativo do espirito do círio. Muito bom!

  8. Samara Pinto disse:

    Acho que todo mundo come “bichos indefesos”, no círio então, nem se fala. Mas em uma representação da festa religiosa? Acho meio estranho… Maaaaaas, que vença o melhor!

  9. Jorge Clone disse:

    Como diria meu amado mestre: “representativo de cu é rola”.
    Se querem acabar com o pato no tucupi e com o porco da maniçoba é melhor acabar com o Círio e só comer Cacau, comer Cacau, comer Cacau.
    A coxinha do pato é a cara do Círio quando a Santa atrasa e, consequentemente, o almoço também.
    Ei Cacau, a gente vai comer pato, porco, paca e etc no tucupi, mais maniçoba com muito porco no paio, no chouriço, etc.
    E depois um chocolate da Cacau para fazer a digestão.

  10. Aline de Souza Moraes disse:

    Por que não te calas, Cacau Show?
    Por um acaso sabe você o motivo dos caprinos terem o cocô na forma de bolinhas?
    Não?
    Então, se você não entende de merda, como se atreve a falar de Círio para parauaras?
    Mas venha almoçar conosco, nós a perdoaremos!

  11. Samara Pinto disse:

    Vamos todos comer tofu no círio, pois matar o pato é indigno para a sociedade(detalhe que até o pato mata para comer)!
    Mas viva a Nossa Senhora de Nazaré! Viva ao Círio, a fé, a riqueza culinária, a maniçoba, o pato no tu… não pera.
    kkkkkkkkkkkkkk

    • Cacau Zeoti disse:

      O ponto não é quem mata e não mata. Somo animais racionais e temos a capacidade de discernir o que é necessário e desnecessário. Se pesquisares um pouco vais achar estudos comprovando cientificamente que seres humanos não precisam de NADA de origem animal para ser saudável. Basta parar de ser babaca religioso! Acho o Círio lindo, mas incoerente. Como celebrar algo dito religioso com morte? Muito esquisito. Beijos :*

  12. Aline de Souza Moraes disse:

    Como a religião é forte neste país…seria a necessidade orgânica de um abrigo seguro, da proteção do templo às intempéries da vida.
    Doze trabalhos, só um versa claramente sobre religião, justamento o falso profeta que arrasta multidões cegamente.
    Vou de Pato Joana D’Arc, já que a Cacau Torquemada está encrencando com a supermaravilhosa Cultura Paraense.
    De resto parabenizo o excelente trabalho de professores e alunos que mostram a cara na Internet com uma produção profissional.
    SHOW!

  13. Astolfo Cunha disse:

    É cada aluno sem noção que vou te contar…

  14. Maysa Machado disse:

    Gostei da roda -gigante. Fica linda na camisa.

  15. adriano disse:

    A igreja realmente representa mas esteticamente nao fika boa para serigrafia pelos seus traços. os melhores graficamente e tb representam o cirio sem ser de forma obvia de mais, sao a roda gigante e o pé\mão, que trouxeram mais a emoção e a alegria de forma singela.

  16. Os trabalhos estão interessantíssimos. Lembro-me, a cada concurso para escolha da “marca” do Círio, de minha época em que aguardava ansioso pela votação em minha simplória pictórica.
    Gosto dessa coisa de simplicidade nos traços… Esse jeitão de croqui. Gosto de croqui.
    E mais. Gosto de ver a dinâmica, nesta época do ano, para inserir o alunado nessa “zeitgeist” que se vive no “Natal dos paraenses”. Parabéns aos do e dis – centes.

  17. Daniel do Carmo disse:

    Essa igrejinha rouba a cena, mas tem coisas maravilhosas e inteligentes como a coxinha do pato, uma das muitas delícias no tucupi, marca registrada do Pará..

  18. Maria José disse:

    Na verdade o diferencial é o tucupi,pq pato tem no Brasil todo.E afinal a festa não religiosa?
    Estou com a igreja e não abro…

  19. virgilinojuca disse:

    Grande coisa sair pedindo voto por aí…

  20. Ângela Guerreito disse:

    Se essa igreja fosse menos igreja seria bacana, bastava ter transformado as torres em velas.
    Esse apelo religioso, ao catolicismo, é que pega.
    O Círio é uma festa ímpar e ecumênica que não pode ser atrelada somente a um fator, no caso, ideológico.

Deixe uma resposta