FAU grafada em “cobogolês”

ccc
CO-BO-GÓ (COimbra, BOeckmann e GÓis), uma invenção pernambucana patenteada em 1929, deu origem a outra criação pernambucana: O Dingbat Cobogó. Mais o livro Cobogó de Pernambuco (*).

corel909

O “alfabeto cobogolês” de Pernambuco está disponível para download no site do projeto: http://dingbatcobogo.com.br/ e é um exemplo à simbolização das cidades a partir de referências na história peculiar de suas arquiteturas.
Nada impediria a composição de um dingbat nominado Feliz Lusitânia com base na significância da azulejaria daquele complexo — dentre as infinitas possibilidades na combinação tipográfica desses caracteres culturais da morfologia urbana, pode-se salvaguardar a essência da memória arquitetônica dos lugares (de Belém, também.).

*Cobogó de Pernambuco não seria um pleonasmo?

Esse post foi publicado em Artes Gráficas e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para FAU grafada em “cobogolês”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s