Divulgação/convite à FAU

Pinturas convite

A interação entre Charbel, Décio Soncini e Jair Glass começou na década de 70, por meio de encontros semanais que eram realizados no ateliê do Antônio Vitor, pintor já falecido, localizado no bairro de Guaianases, em São Paulo, onde realizavam sessões de pintura, produção de gravuras e conversas sobre arte. No início dos anos 1980, o grupo passou a ser reconhecido pela crítica como Grupo Guainases. Neste período aconteceu o encontro de Gileno Muller Chaves com o grupo, que também contava também com a participação de Francisco Gonzalez. A partir daí, o elenco de artistas passou a fazer parte da pauta de exposições da Elf galeria, com intensa produção decorrente da diversidade do estilo e linguagem de cada artista, ganharam prêmios, tiveram obras adquiridas por grandes colecionadores e instituições de arte do país. No final da década de 90 o grupo se desfez, mas os artistas continuaram a participar de exposições aqui exibidas, sempre apresentando novidades e o pleno exercício da criação artística como motivação e justificativa para produzir arte de melhor qualidade. Decorridos mais de trinta anos deste convívio com a arte que eles representam, a Elf galeria sente-se feliz em trazer este coletivo à memória e ao reconhecimento dos frequentadores da casa.
***
Antonio Vitor (da Silva), 1942 (Brasil, São Paulo, São José do Rio Pardo). Licenciado em Desenho, Plástica e Gravura pela Faculdade Escola de Belas Artes de São Paulo, falecido em 2/4/2011 (São Paulo), foi pintor, desenhista, escultor e poeta. Sua obra é fortemente marcada pelo retrato do cotidiano da periferia de São Paulo, onde viveu e teve seu ateliê.
Charbel, 1950 (Líbano). Emigrou para o Brasil aos três anos de idade. Ligado a curiosidade visual desde a infância, um gosto inicial pelo artesanato infantil, sempre buscando soluções para os materiais disponíveis no dia a dia. Em artes teve aprendizado autodidata que lhe rendeu prêmios, exposições, textos críticos e tudo mais que demanda de uma vida dedicada à arte e ao prazer de mudar a beleza da brancura da tela, por uma infinita possibilidade de soluções.
Jair Glass, 1948 (São Paulo), participante de bienais e de exposições pelo país afora, reside em Iguape. Possui formação em Licenciatura em Desenho e Plástica na Faculdade de Belas Artes de São Paulo.
O forte do seu trabalho é revelar a fraqueza, a fobia, o misticismo, a sensualidade, a ambição, as ilusões: grande mistério da eterna inquietação do ser humano.
Décio Soncini, 1953 (São Paulo), Licenciado em desenho e plástica e bacharelado em gravura pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. É um veterano e já bastante conhecido em Belém pelas inúmeras mostras individuais e coletivas que vem participando ao longo das ultimas décadas, sempre apresentando precioso trabalho expressionista, motivador do sua frequência nas exposições desta galeria.

Esse post foi publicado em Divulgação e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s