A localização dos poços no manancial do Paul d’Água

Recorte da Planta da Cidade de Belém do Gram-Pará levantada por Edmund Compton em 1881 acrescida das informações prestadas pelo Sr. Coronel J. Cyriaco Alves da Cunha* ao Dr. Lauro de Almeida Sodré.

Recorte do artigo A AGUA DISTRIBUIDA Á POPULAÇÃO DE BELÉM E SUA ANÁLYSE BACTERIOLOGICA  pelo Dr. Lauro de Almeida Sodré, Assistente do Instituto de Hygiene do Serviço de Prophylaxia Rural  publicado no livro A PROPHYLAXIA RURAL NO ESTADO DO PARÁ – VOLUME I em 1922 entre as páginas 138 e 154.

*Sr. Coronel J. Cyriaco Alves da Cunha: na realidade trata-se do Coronel Raimundo (R.) Cyriaco Alves da Cunha nascido na cidade de Belém do Pará em 08SET1859 e falecido em 29SET1922 (idem); normalista pela antiga Escola Normal do Pará (1878), latinista, jornalista, professor, escritor, contador do Tesouro Público do Pará (1896) e Secretário de Estado da Fazenda no governo de Augusto Montenegro; é autor das obra Paraenses Ilustres (1896), Pequena Chorografia da Província do Pará (1897) e Geografia Especial do Pará (1894 e 1898); um dos fundadores do Instituto Histórico e Geográficos do Pará (1900), sócio correspondente dos da Bahia, de São Paulo e Brasileiro e da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro (Fonte: Geneall).


Postscriptvm (22JUN2017):

O mapa de 1868 elimina a dúvida do Coronel Raimundo Cyriaco Alves da Cunha: seriam 4 poços públicos na Piedade.
Também o corrige: ficariam entre a rua da Pedreira (hoje Tiradentes) e a Estrada do Paul d’Água (hoje Governador José Malcher) — ou seja: não havia poço entre a rua do Chafariz (hoje Aristides Lodo) e a da Pedreira (hoje Tiradentes).

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Belém, História, Memória, Patrimônio e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para A localização dos poços no manancial do Paul d’Água

  1. Roseane Norat disse:

    Excelente descoberta. Essa descrição corrobora com as interpretações levantadas até o momento. E que bom que trouxemos à tona as plantas de Edmundo Compton.

Deixe uma resposta