Círio 2017: à memória da cidade

Imagens ampliáveis

Nesta semana iniciaram-se os trabalhos da disciplina Representação e Expressão I, manhã e tarde, referentes à Marca do Círio 2017 do Blog da FAU — Laboratório Virtual de integração do ensino, da pesquisa e da extensão universitários na UFPA.
Neste ano, o oitavo em que se cria uma estampa alusiva às manifestações culturais populares durante a Quadra Nazarena, teremos como novidade o estabelecimento de um tema: A Memória de Belém do Pará.
A ideia é que as representações gráficas estejam baseadas em investigações que revelem o patrimônio material e/ou imaterial significativo desaparecido desde 1793; ou seja: no decorrer das 223 procissões conferidas.
Acima há três exemplos já discutidos com a participação efetiva de alunos: a marca da Fábrica de Cerveja Paraense registrada em 1920,  o Ônibus Zepelim desenhado por Saul Steinberg em 1952 e o refrigerante Guarasuco.
Mesmo com a determinação de tal norte nenhuma proposição a ele marginal, que possua coerência técnica e estética, será refutada.
Como sempre corre-se contra o tempo, já que há etapas a serem vencidas até a oficina de serigrafia que será ministrada pelo professor Ronaldo Moraes Rêgo na última semana de agosto.


Postscriptvm:

Mais: Fábrica São Vicente em registro de 1921.

Fonte das marcas registradas da
Fábrica de Cerveja Paraense e Fábrica São Vicente:
Marcas do Tempo.


Postscriptvm 2:

Fábrica Palmeira em rótulo registrado no ano de 1917 também do livro Marcas do Tempo.

Marca dos Refrigerantes Pereira Dias & C.ª retirada de CACCAVONI, Arthur. Album descriptivo amazonico. Genova: F. Armanino, 1899. V. 2., il.

Sobre o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Memória, Patrimônio e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta