A vanguarda multimídia na Belém dos anos 1970

Experimentos cinematográficos de Ronaldo Moraes Rêgo & Cia.: década de 1970.

O artista plástico e arquiteto Ronaldo Moraes Rêgo resolveu abrir um velho baú que repousava no sótão de sua casa.  
Dentre as bugigangas, valiosos achados: cartuchos plásticos de filmes Super-8mm e um projetor Canon.  
Até aí, nada de mais, muita gente possui registros de casamento, aniversário, parto, viagem e outras ocorrências entocados. 
A particularidade está no conteúdo dos rolos utilizados entre os anos de 1974 e 1976. 
São experimentações domésticas e tentativas de profissionalização como o curta metragem SEGUNDO AS ESCRITURAS, com roteiro, abertura, ficha técnica, maquiagem, efeitos especiais, etc.
Para essa empreitada Ronaldo associou-se ao Janjo Proença e criou, em 1975, a produtora DISPNEYA.
As locação: Ruínas do Murutucu e Círio de Nazaré. 
Alguns de seus atores: De Campos Ribeiro, Fafá de Belém, Janjão e Manuel Aires Junior. (O cast é numeroso, contudo, só se terá sua dimensão quando a ficha técnica for recuperada, afinal, não há memória chapada que resista por quase 35 anos.)
Câmera: Ronado Moraes Rêgo. 
Direção e Roteiro: Janjo Proença. 
O fotógrafo Luiz Braga integrava esse laboratório cinematográfico.
As imagens do filmete abaixo, feitas hoje, mostram o conserto da máquina e suas primeiras projeções em uma parede. 
O Ronaldo promete se dedicar à recuperação da preciosidade e passá-la para uma mídia digital. 
Essa restauração demanda tempo e dinheiro e o bro não confia  ̶  aliás, ninguém confia  ̶  no poder público para realizar a tarefa.” (postado no Blog HB em 01 de dezembro de 2009)
Blog da FAU
Blog da FAU
Carlos Ronaldo Cardoso de Moraes Rêgo, professor adjunto da UFPA, está escalado para ministrar Representação e Expressão III neste 2º período letivo de 2011 na FAU, em substituição à professora Dina Maria César de Oliveira.
Ronaldo era estudante da Escola de Arquitetura à época dessas incursões pela “7ª arte”.
Blog da FAU
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A vanguarda multimídia na Belém dos anos 1970

  1. JORGE EIRÓ disse:

    Material (pré)-histórico do multimídia paraoara.
    Tomara que a investida arqueológica de recuperação deste material seja bem sucedida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s