Denúncia gravíssima


“Senhores,
No último sábado, dia 18 de junho de 2011, por volta de 08h, precisei vir
até o Campus Universitário, e me deparei com um fato simplesmente irônico,
sim irônico, um cidadão que é funcionário público federal , lotado na
Prefeitura do Campus, não sei o nome dele mais é engenheiro, praticando o
aprisionamento de pássaros silvestres, no pátio do estacionamento em frente a
Reitoria da UFPA, diga-se, que ele não estava só, haviam outros mais ou
menos dez passarinheiros (como se denominam) praticando o mesmo
procedimento.
Quando abordado por mim e meu marido, ele ficou debochando e dizendo
pilhérias como: então vamos soltar todos os boi do campo e outras nesse
nível.
Fui procurar a segurança da UFPA para que tomassem providências quanto ao
crime que estava sendo praticado dentro dos portões da Instituição, fui
informada que eu não era a primeira a fazer a denúncia outros já haviam
feito e que isso acontecia quase todos os fins de semana com o consentimento
da Prefeitura do Campus.
Nossa, que atitude tomar depois dessa revelação…
Segue fotos para comprovar o crime relatado.
E como devemos agora proceder?

Nazaré Santos
Secretária de Divulgação e Eventos do NAEA/UFPA
091 32018521″

E-mail redirecionado pela professora Jussara Derenji, infelizmente sem as fotos.

Imagem: “Pássaro na Gaiola” de Siron Franco.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Denúncia gravíssima

  1. Antonio Pedro disse:

    IH, pegou pra “Mãezona”.
    Ainda bem que ficaram os urubus.
    Quem vai querer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s