A biblioteca do professor Clóvis Moraes Rêgo


A vasta coleção de livros acumulados ao longo da vida intelectual que manteve o professor, escritor e ex-Governador do Estado, Clóvis Silva de Moraes Rêgo (este Moraes Rêgo é um nome composto como ele frisava), brevemente pertencerá à Universidade Federal do Pará, por negociações, ora em andamento, do professor Flávio Sidrim Nassar.
A biblioteca permanecia fechada desde o falecimento, no ano de 2006, do professor Clóvis — que para muitas bibliotecárias era o Tio Cocó — e foi aberta justamente à entrada do professor Flávio.
Os herdeiros do erudito, Carlos Ronaldo Cardoso de Moraes Rêgo e Clóvis Silva de Moraes Rêgo Júnior, estão providenciando um inventário minucioso do acervo deixado pelo pai; mas, esbarram em um problema: separar os livros de consulta dos projetos literários que estavam em andamento com bibliografia separada e minuciosamente demarcada.
Existe também a questão complexa da pessoalidade das coisas e para isso se faz necessário  localizar o conjunto de impressos e manuscritos concernentes à vida privada que interessam exclusivamente à memória familiar.
A intenção é que se construa uma reprodução do ambiente da sala — onde as publicações se encontram organizadas — em outro lugar, público, pertencente à UFPA, que terá o nome do homem que foi  titulado “Professor Honoris Causa” pela instituição no ano de 1979.
Enquanto esse assunto se desenrola entre as partes, nós vamos dando por aqui algumas palinhas virtuais das joias guardadas naquele “baú”; e, nelas sempre faremos constar — como já acontece —:  “Colaboração: Clóvis (Jr) e Ronaldo Moraes Rêgo.”.

Esse post foi publicado em Arquitetura e Urbanismo, Patrimônio Histórico, Personalidades e marcado , . Guardar link permanente.

12 respostas para A biblioteca do professor Clóvis Moraes Rêgo

  1. José Maria disse:

    Este é o maior baú da atualidade. Ainda bem que não vai sumir como o da Anunciada Chaves… Lembre-se que ele era umas das poucas pessoas que tinha a coleção quase completa de “A semana”, já pensaram nisso digitalizado?

  2. José Maria,
    A biblioteca da Anunciada Chaves já resgatamos para a Ufpa. Em breve começaremos o tratamento dos livros.
    Estamos trabalhando para trazer outros acervos, alem do Professor Clovis, cujas conversas estão nos finalmentes.

  3. Baleixe,
    Em primeira mão, nem ele sabe: já chegou a primeira leva de filmes Supper-8 do Ronaldo, já recuperados: Mosqueiro, Largo da Trindade e um maravilhoso Círio do fim dos anos 70.

    • fauitec disse:

      Deveras interessante Flávio, só espero vê-los o mais breve possível no Youtube para poder postá-los aqui no BF.
      Estão digitalizados, não?

  4. Sim digitalizados, falta editar.
    Posso te passar uma copia e depois da aprovação do Ronaldo, editares e postar.

  5. fauitec disse:

    Flávio:
    Aproveitando a oportunidade desses comentários profícuos, vejo que se faz necessário e urgente celebrar um convênio entre a UFPA e a Biblioteca Pública Arthur Viana, guardiã, creio eu, do maior acervo de obras raras do Estado.
    Essa relação interinstitucional teria como objetivo a digitalização desses livros.
    Precisaríamos adquirir equipamentos portáteis que dispensassem a acoplagem em computador para facilitar e agilizar tal tarefa (uma boa assessoria técnica resolve essa questão).
    É no mínimo nonsense encontarmos obras paraenses digitalizadas em acervos de universidades estrangeiras pelo mundo afora e não termos nada na UFPA.
    Tá mais do que na hora de montarmos a BIBLIOTECA VIRTUAL DA UFPA com incentivos também à doação digital.

  6. José Maria disse:

    Que notícia boa, saber que os livros da Profa. Anunciada não foram perdidos. Sem dúvida tem que haver digitalização até mesmo para intercâmbios. Tem uma série de instituições americanas que tem acervo sobre o Pará de obras que nem existem mais aqui. Muitas já em PDF. Por que nadar contra esta maré?

  7. Matheus disse:

    Ótima notícia mesmo!

  8. Matheus disse:

    Os livros dela são ótimos…

  9. Aristoteles Guilliod de Miranda disse:

    Falando em contra-mão, as dissertações e teses – pelo menos as de História/Antropologia – que estavam disponíveis on-line não estão mais.

  10. Loris Luiz Martins Neves disse:

    Bom dia
    Como faço para reconhecer a assinatura do Dr Clovis Moraes rego em um diploma de um bacharel de 1975??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s