O elevador extemporâneo da Folha do Norte em Querido Ivan

Elevador (ascensor) presente no apêndice fotográfico do livro Querido Ivan, de Haroldo Maranhão: tal equipamento, mal enjambrado em uma das janelas que dão à 1º de Março pelo primeiro pavimento (térreo) da Gaspar Vianna, não se coaduna ao conjunto.

Em O novo edifício da Folha do Norte inaugurado em 1931 (in post) nos comprometemos em identificar as imagens que compõem Querido Ivan, de Haroldo Maranhão; de lá para cá algumas questões vieram à tona, foram investigadas e obtiveram respostas arrazoadas também figurativas.
Com o mesmo procedimento tentaremos explicar o porquê desse elevador não estar na inauguração da Folha do Norte em 1931 sendo lá posto em um porvir ora indefinido.
A própria fotografia apresenta a incongruência do equipamento diante de uma janela impedindo o movimento pleno de uma de suas folhas.
A Folha do Norte possuía um ascensor de serviço que interligava as oficinas; a última delas com a redação e gerência — certamente nenhum desses elevadores alcançava a Residência dos Maranhão de João que ocupava a completude do último pavimento.


Começamos do bê-a-bá, lendo ou cotejando as provas de paquê que subiam da oficina. Faziam o trajeto redação-oficina-redação pelo tosco elevador puxado a cabinhos

O elevador descrito por Haroldo Maranhão localizava-se quase que exatamente na esquina da 1º de Março com o Bulevar da República, entre os dois últimos vãos de janelas; entretanto, o outro, não tão tosco, fora posteriormente posicionado em um dos sete vãos gradeados da 1° de Março, provavelmente o terceiro no sentido Gaspar Vianna/Bulevar Castilhos França que interligava a gerência (2º pavimento) à rotativa (térreo da Gaspar Viana) — aqui o vazio de sua passagem: na sala de espera (da gerência) e por trás da rotativa:

Colaboração: Maria Regina Faciola Pessôa.

Sobre fauitecufpa

Projeto de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para O elevador extemporâneo da Folha do Norte em Querido Ivan

  1. João Silvério disse:

    Excelentes essas matérias sobre o jornal Folha do Norte.
    Pesquisas muito bem embasadas e ilustradas.
    Um tesouro ao entendimento da nossa História pela arquitetura de um prédio significativo de Belém.

Deixe uma resposta