Associação do Commercio a Retalho do Pará — origem da Assembléa Paraense

Acima se vê o desenho da fachada do prédio n°21 situado na Praça da República (ou Avenida da República);  tal imóvel tinha como locatária a Associação do Commercio a Retalho do Pará, fundada em 05 de janeiro de 1911; após assembléia geral dos sócios realizada em 05 de junho de 1916, nesta mesma edificação, a Associação se transforma no club Assembléa Paraense, que nela permanece até sua transferência para o também alugado n°15  do mesmo logradouro (hoje edifício da Caixa Econômica), inaugurando sua nova sede em 08 de outubro de 1916 às festividades do Círio de Nossa Senhora de Nazaré — ou seja: a recém nascida AP teve este endereço por quatro meses e três dias no máximo.
Ao final dos anos 1950 (datação por confirmar) o prédio foi demolido e no lote erigiu-se o edifício Gualo.

Título2

Recorte de documentário da RTP de 1957 — uma das referências à elaboração do desenho arquitetônico

Esta publicação dá sequência à matéria A primeira sede própria do clube Assembléia Paraense na qual cruzamos informações contidas no Relatório da gestão de 1928-29 com notas públicas de jornais de época; a análise permite afirmar que esta diretoria mudou o entendimento da anterior estabelecendo nova data à fundação do clube:

Relatório 1929

O que fez a gestão de 1928-29? Passou a considerar a fundação da Assembléa Paraense quase seis meses antes, data da assembleia geral que instituiu a Comissão incumbida da elaboração de novos estatutos à Associação do Commercio a Retalho do Pará; bem como propôs novo nome para ela — segundo o relatório de 1929 disputaram dois: o de Club Universal e o de Assembléa Paraense, ambas nomenclaturas de clubes antigos e extintos.
Todavia a cidade de Belém do Pará, por intermédio da imprensa local, tomou conhecimento do surgimento da Assembléa Paraense no dia 05 de junho de 1916, momento em que as proposições da aludida Comissão foram à votação na assembleia geral daquele dia — corroborando com a assertiva apontada pelos reformadores de 1925 e 1927 —; do mesmo modo ficou público, também por jornais, que a AP inaugurou sua sede, de direito a primeira já que o contrato de aluguel por 5 anos do imóvel n°15 no Largo da República estaria em seu novo nome, no dia do Círio de Nazaré (08OUT) de 1916 e não no dia 31 de dezembro de 1916 com ceia e réveillon.


Referências:
Relatório 1929: origens.
Fotografias usadas à reconstituição da fachada e placa da ACRP.
Benjamin Lamarão 1° secretário na transição ACRP/AP


Colaboradores: Fernando Marques (Laboratório Virtual) e Igor Pacheco (Fragmentos de Belém).

Sobre o Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para Associação do Commercio a Retalho do Pará — origem da Assembléa Paraense

Deixe uma resposta