Os lendários portugueses carregadores de pianos – 1932

cidade-transitiva

Postagem com colaboração do professor José Maria de Castro Abreu Júnior.

__________________________
Postscriptvm (em 06/01/2014):

A localização dos Portugueses Carregadores de Pianos

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Cidades, Cultura e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas para Os lendários portugueses carregadores de pianos – 1932

  1. Anibal Cruz disse:

    Lindo!
    Singular poesia lusitana!

  2. Meu caro: todos que carregaram o piano, e todos que ainda continuam carregando o piano, amam o que fazem.
    É infernal vê-los carregando.
    Abraços do Roberto Pacha.

  3. Cybelle Salvador Miranda disse:

    O Seu Mattos conheci, ia sempre em casa afinar o meu piano, resgatando a ‘máquina’ quando insensíveis roedores deram cabo dos feltros das teclas.

  4. Rosa Souza da Silva disse:

    Se eu apenas tivesse lido o texto não conseguiria imaginar esse magnífico balé de homens “que jamais fariam um malfeito” e, diga-se com todas as letras ou frases, sem sapatilhas, sobre paralelepípedos quentes, debaixo de um sol medonho.
    Observei que eles só olham para frente e jamais enxergariam um braseiro de cigarro ou charuto.
    Em quantos esses pobres, mas altivos e nobres senhores, devem ter pisado durante a tarefa de carregar os pianos? E engoliram a dor no seco.
    Postagem supimpa, parabéns aos autores.

Deixe uma resposta