Em 1972 o Clipper Nº1 ainda estava de pé

TCG
Material enviado por Igor Pacheco.


A imagem mostra justamente a parte NOVA do Clipper nº1  obtida pelo rebatimento da forma original à imprescindível ampliação do abrigo que serviria aos surgentes passageiros de ônibus do início da década de 1940 com a progressiva ruína dos bondes.
Acreditamos que essa ampliação, para efeito político, foi tratada como CONSTRUÇÃO “… de um abrigo na Avenida Portugal, em frente à Praça do Relógio…” no relatório de Albert Engelhard, prefeito de Belém entre 1943 e 1945.
Há outra foto − já publicada no BF, sem datação precisa, mas que sugere a virada da década de 1960 para 1970 −, que mostra um conjunto de três clippers ao redor da Praça do Relógio, junto ao velho telheiro de bondes (com ponta visível no canto superior direito) que jamais perdeu sua fidalguia:

ver-o-peso


Postscriptvm (o1/11/2014):
Acompanhe a evolução da pesquisa pelo SUMÁRIO que dá acesso às postagens sobre CLIPPERS até 24/10/2014.
Algumas informação contidas nesta postagem podem ter caído por terra em consequência da aparição de novos registros documentais.
Não fazemos nenhuma reparação nos textos originais, apenas colocamos esta nota ao final das publicações cobertas pelo período do resumo.
Aprendamos com os nossos erros.

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia, Fotografia antiga, Reprodução de artigos, Reprodução de documentos antigos e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta