PTA — “Pobre Também Avua”


PTA — Paraense Transportes Aéreos.

Com colaboração de José Maria de Castro Abreu Júnior.

“Com sede em Belém, a companhia iniciou suas atividades com um Catalina PBY-52, e em 1957 passou a operar linhas para o sul do país, com a aquisição de aeronaves Curtiss C-46C.
A empresa ficou conhecida pela pouca segurança. Entre 1957 e 1958 foram adquidirados 8 C-46, mas até o final de 1965, houve 8 acidentes.
Em 1967, a Paraense recebeu 8 Fairchild Hiller FH-227B, que eram os Fokker F-27 fabricados sob licença nos Estados Unidos, que foram batizados de Hirondelle.
Porém, após um ano de uso, algumas aeronaves estavam fora de serviços por falta de peças, e em 1970 a frota foi reduzida para duas aeronaves.
Em 29 de maio de 1970 o governo cancelou a autorização de funcionamente da Paraense, se apropriando dos aviões que ainda restavam, e os repassaram para a Varig. ” (Wikipédia)

Sobre Projeto Laboratório Virtual - FAU ITEC UFPA

Ações integradas de ensino, pesquisa e extensão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará - em atividade desde maio de 2010. Prêmio Prática Inovadora em Gestão Universitária da UFPA em 2012. Coordenação: professor Haroldo Baleixe.
Esta entrada foi publicada em Fotografia antiga, História e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 respostas para PTA — “Pobre Também Avua”

  1. Manoel Estrella disse:

    Gostaria de enviar uma mensagem sobre a Paraense Transportes Aereos. Meu pai fazia parte desta familia e ainda guardo fotos e o distintivo do quepe dele.

Deixe uma resposta