Mutações da paisagem urbana de Belém

Se observarmos atentamente as duas fotografias — a primeira, provavelmente do final dos anos 1940; a segunda, do início da década de 1970 — perceberemos que havia, entre o casario da Marquês de Pombal e a Praça do Relógio, um pequeno posto de abastecimento de combustível seguindo as linhas arquitetônicas do CLIPPER vizinho.
Na comparação das imagens nota-se o desaparecimento de um sobrado que, segundo o professor José Júlio Lima, fora demolido para alargar a passagem da procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazeré na Padre Champagnat; só não se sabe se foi um ato do poder público, ou, da própria Igreja.
Uma segunda edificação antiga de três pavimentos, colada a da esquina citada, também é demolida para dar lugar às obras de constução do edifício que abrigou a loja Bechara Mattar, destruída por incêndio em 1999.


Postscriptvm (o1/11/2014):
Acompanhe a evolução da pesquisa pelo SUMÁRIO que dá acesso às postagens sobre CLIPPERS até 24/10/2014.
Algumas informação contidas nesta postagem podem ter caído por terra em consequência da aparição de novos registros documentais.
Não fazemos nenhuma reparação nos textos originais, apenas colocamos esta nota ao final das publicações cobertas pelo período do resumo.
Aprendamos com os nossos erros.

Esse post foi publicado em Arquitetura e Urbanismo e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s