Documentário “Um homem e seu tempo — Roberto de La Rocque Soares” (1996)

O Laboratório Virtual fez uma reedição do documentário Um homem e  seu tempo — Roberto de La Rocque Soares lançado em 1996 pela Prefeitura Municipal de Belém (PMB) quando a professora Rosângela Marques de Brito dirigia o Museu de Arte de Belém (MABE).
Antes (em 17AGO2010) o audiovisual estava fatiado em 5 partes, agora em sequência completa como no material original.
Rosângela foi estagiária na pesquisa que o mestre La Rocque desenvolveu sobre Vivendas Rurais do Pará transformada em livro também pela PMB (com igual empenho de Rosângela) naquele mesmo ano:

IMG_20200428_223835053

O livro está digitalizado a partir de fotografias feitas por celular; ou seja: de modo precário, apenas suficiente para suprir a raridade da pequena tiragem dessa edição única.
Ao final do isolamento social imposto pela pandemia do Coronavírus providenciaremos uma versão em pdf com superior qualidade.


Ficha técnica do documentário:

Hélio Mota Gueiros
Prefeito de Belém
Ruth Burlamaqui de Moraes
Presidente da FUMBEL
Rosângela Marques de Brito
Diretora do MABE
Trilha Sonora
Adamor do Bandolim
“Chora Marajó”
(Waldemar Henrique)
narração/roteiro/edição
José Carlos Gondim
cinegrafista
Altamir Silva
Edilson Portal
Sérgio Brasil
Rômulo Brito
operação de vt
Gilberto Bessa
Daniel Lucio
auxiliares
Roberto Kleber
Jorge Albuquerque
edição de imagens
Ulisses Salomão
Sávio Palheta
caracteres
Lenise Carvalho
áudio
João Marques
supervisor de operações
Antônio Celso
coordenação de produção
Luiz Laguna

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, História, Memória | Marcado com , , , | 1 Comentário

1964 — Marcha da família com Deus pela liberdade

O material por aqui editado e publicado nos foi fornecido pelo professor Flávio Nassar a partir do acervo de Cassin Jordy.


Contextualização:

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória | Marcado com , , | Deixe um comentário

1965 — O Pará comemora o primeiro aniversário da revolução

O material por aqui editado e publicado nos foi fornecido pelo professor Flávio Nassar a partir do acervo de Cassin Jordy.

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória | Marcado com , , | Deixe um comentário

1956 — A posse de Magalhães Barata como governador constitucional; por Líbero Luxardo

O material por aqui editado e publicado nos foi fornecido pelo professor Flávio Nassar a partir do acervo de Cassin Jordy.

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória | Marcado com , , | Deixe um comentário

1959 — Homenagem póstuma a Magalhães Barata; por Líbero Luxardo

O material por aqui editado e publicado nos foi fornecido pelo professor Flávio Nassar a partir do acervo de Cassin Jordy.

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História, Memória | Marcado com , , | Deixe um comentário

Reconhecimento de panorâmica da Revista de Belém nº1

Em 2013 o projeto UFPA 2.0 publicou Revista de Belem. Nº 1. – Livraria Universal Tavares Cardoso & Ca. — um álbum contendo 41 fotografias de Belém do Pará provavelmente tiradas na primeira década do século XX.
Tal obra, tida como rara, fora adquirida em São Paulo pelo professor Flávio Nassar à sua biblioteca pessoal e pertencera ao acervo de Antonio Rocha Penteado autor de Belém — Estudo de Geografia Urbana publicado em dois volumes pela Universidade Federal do Pará em 1968.
Dentre as imagens que compõem a Revista de Belém uma panorâmica carecia de localização para melhor entendimento da evolução arquitetural da cidade:

Alguém se arisca n’águm palpite à identificação do lugar?

O professor Fernando Luiz Tavares Marques, pesquisador titular aposentado do Goeldi e colaborador deste Laboratório Virtual, apresentou-nos a solução ao enigma: estamos olhando a esquina da Manoel Barata com a 1° de Março e o fotógrafo posicionado na torre da Igreja de Santana; no primeiro plano, à direita, vê-se partes do segundo pavimento, da platibanda e do telhado da Fábrica Palmeira antes do incêndio de 1924.


O clichê acima, analisado por Fernando, comprova a assertiva:

Incêndio Palmeira
O prédio que em 1924 possuía três pisos era térreo (com beiral) nos primeiros anos do século XX

Por questões metodológicas vale observar que o investigador teve como referente o torreão (com 4 pavimentos) que se enxerga na foto dos anos 1910 [1904(?)] e permanece de pé em filmagem feita sobre a Campina em 1957 com a Palmeira em sua versão reinaugurada em 29 de abril de 1929:

Torreão comp2

Coadjuvação: Igor Pacheco, editor do site Fragmentos de Belém.

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia antiga, História | Marcado com , , | 4 Comentários

Condor em 1974 — um videoclipe de Ivan Cardoso

 

Revisitando Quando Ivan Cardoso por aqui filmou observamos que o cineasta construiu um videoclipe dentro do documentário Ruínas de Murutucu utilizando um conjunto de takes noturnos da parte boêmia do bairro da Condor (e adjacências) sonorizado por Quero ser suacanção de Odair José gravada em 1973 pela intérprete Rosemary.
As filmagens, segundo o livro Ivan Cardoso O Mestre do Terrir, são de 1974 quando Ivan ficou 15 dias em Belém hospedado no Museu Paraense Emílio Goeldi para fazer o documentário Museu Goeldi (Depoimento de Eduardo Galvão), programa de ação cultural (do) Departamento de Assuntos Culturais (do) Ministério de Educação e Cultura.

A história desses dois documentários feitos em Belém do Pará consta no capítulo XVII do livro acima citado — entre as páginas 161 e 169.

O livro Ivan Cardoso O Mestre do Terrir foi disponibilizado em arquivo pdf ao Laboratório Virtual por Igor Pacheco, editor do site Fragmentos de Belém e colaborador deste.
Esperamos que nada seja retirado desta página por questões de direitos autorais; afinal este não é um espaço comercial e sim cultural, mas…

 


Postscriptvm: reservaremos este ps à nominação dos bares e restaurantes registrados por Ivan Cardoso em 1974, quando deles possuirmos certeza.

Publicado em Arquitetura e Urbanismo, Cinema, Fotografia antiga, História, Memória | Marcado com , , | Deixe um comentário